Chanceler russo acredita que guerra em Donbass contra Ucrânia pode e deve ser evitada

© Sputnik / Serviço de Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensSergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, em grande coletiva de imprensa sobre os resultados de 2020
Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, em grande coletiva de imprensa sobre os resultados de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse nesta terça-feira (27), em entrevista à Sputnik, que uma guerra em Donbass contra a Ucrânia pode e deve ser evitada.

"Se depender de nós e das forças [de Donbass], pelo que podemos entender suas abordagens de princípio, a guerra pode e deve ser evitada", disse Lavrov.

O comentário do chanceler russo foi em resposta à probabilidade de guerra na região do leste ucraniano, considerando que mais de meio milhão de residentes de Donbass receberam cidadania russa.

"Se falarmos pelo lado ucraniano, pelo lado do [presidente Vladimir] Zelensky, não vou tentar adivinhar, porque pelos sinais externos, o principal para ele é permanecer no poder, e ele está disposto a pagar qualquer preço, incluindo tolerar neonazistas e ultra-radicais que continuam a declarar as forças de Donbass como terroristas", disse ele.

​Anteriormente, Zelensky deu uma declaração sugerindo aumentar o papel de Washington no processo de resolução da crise ucraniana, trazendo mais participantes nas negociações de paz, incluindo os EUA, o Reino Unido e o Canadá.

O Kremlin acredita que a declaração de Zelensky sobre a necessidade de introduzir mudanças nos acordos de Minsk é um "sinal preocupante", disse o porta-voz Dmitry Peskov na última segunda-feira (26).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала