Objeto misterioso passa 'raspando' em cápsula de astronautas da SpaceX (VÍDEO)

© Foto / NASAEm 16 de novembro, o foguete SpaceX Crew Dragon chegou à Estação Espacial Internacional para acoplamento, carregando os astronautas da NASA Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker e o astronauta da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão Soichi Noguchi. Na imagem a nave espacial Crew Dragon está se aproximando da estação espacial, tendo acoplado à 01h01 no horário de Brasília
Em 16 de novembro, o foguete SpaceX Crew Dragon chegou à Estação Espacial Internacional para acoplamento, carregando os astronautas da NASA Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker e o astronauta da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão Soichi Noguchi. Na imagem a nave espacial Crew Dragon está se aproximando da estação espacial, tendo acoplado à 01h01 no horário de Brasília - Sputnik Brasil, 1920, 27.04.2021
Nos siga noTelegram
Objeto flutuando no espaço foi flagrado passando muito perto de cápsula carregando a tripulação Crew-2, segunda missão tripulada da SpaceX.

O grupo de astronautas teve um momento de tensão quando lhes foi informado que teriam de vestir seus macacões devido a um possível "evento de conjunção". Pensava-se que um perigoso pedaço de lixo espacial estivesse em uma trajetória perto da tripulação Crew-2, tendo feito o controle da missão ponderar realizar manobras de precaução.

No final, as medidas de precaução não foram necessárias, por ter sido um falso alarme, segundo informou o Comando Espacial dos EUA na segunda-feira (26).

No entanto, com o compartilhamento do vídeo do objeto voador, houve quem afirmasse que a cápsula dos astronautas "pareceu por pouco conseguir evitar ser atingida por lixo [espacial]".

Durante a separação da cápsula do segundo estágio do foguete Falcon 9, pode-se ver um pequeno objeto flutuando diante do campo de visão. É difícil determinar do que se tratava ao certo – apesar de vários observadores espaciais pensarem ser apenas um pedaço de gelo que teria se formado na superfície do foguete – mas, de qualquer modo, o objeto não possuía uma característica para o tornar perigoso para a tripulação da missão da SpaceX – uma velocidade relativamente rápida.

Os perigos de lixo espacial são reduzidos, mas estes podem crescer com o aumento das atividades humanas no espaço. Se flutuarem a uma velocidade elevada, pequenos pedaços de lixo espacial podem fazer estragos em satélites, se não mesmo destruí-los.

No pior dos cenários, no futuro poderíamos nos deparar com a queda de vários objetos na Terra, não só causando perigo para a vida terrestre, como também tornaria os lançamentos para o espaço impossíveis por vários anos. Por este motivo, várias agências espaciais já se encontram estudando maneiras de contornar este problema, com o objetivo de reduzir o lixo espacial.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала