Merkel promete enviar socorro à Índia após explosão da pandemia no país

© REUTERS / Danish Siddiqui Em Nova Deli, na Índia, pessoas cremam corpos de vítimas da COVID-19 em meio à explosão de casos no país, em 24 de abril de 2021
Em Nova Deli, na Índia, pessoas cremam corpos de vítimas da COVID-19 em meio à explosão de casos no país, em 24 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2021
Nos siga noTelegram
Neste domingo (25), a chanceler alemã Angela Merkel anunciou que seu governo está preparando uma missão urgente de apoio à Índia, que luta contra o aumento de casos da COVID-19.

A medida da chanceler alemã foi anunciada por seu porta-voz, Steffen Seibert, através das redes sociais.

​Chanceler Merkel: solidariedade e apoio ao povo indiano. 'Ao povo da Índia, quero expressar minha simpatia sobre o terrível sofrimento que a COVID-19 trouxe novamente às suas comunidades. A batalha contra a pandemia é nossa batalha comum. A Alemanha presta solidariedade à Índia e está preparando urgentemente uma missão de apoio'.

Nas últimas semanas a Índia tem batido recordes de mortes e casos de COVID-19. Apenas no sábado (24), o país registrou quase 350 mil infecções pela doença - um recorde diário mundial. Em meio ao pico de casos, diversas regiões do país têm registrado falta de oxigênio em hospitais, além da falta de leitos.

Uma nova variante do SARS-CoV-2 também foi descoberta no país, o que tem feito diversas nações, inclusive a Alemanha, anunciarem restrições no tráfego de viagens com a Índia.

© REUTERS / Amit DaveEm Ahmedabad, na Índia, pessoas carregam cilindros de oxigênio após enchê-los em uma fábrica em meio ao pico da pandemia da COVID-19 no país, em 25 de abril de 2021
Merkel promete enviar socorro à Índia após explosão da pandemia no país - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2021
Em Ahmedabad, na Índia, pessoas carregam cilindros de oxigênio após enchê-los em uma fábrica em meio ao pico da pandemia da COVID-19 no país, em 25 de abril de 2021

Em resposta à piora da situação, o governo indiano ampliou a fase três do plano de imunização nacional, tornando todos os cidadãos com mais de 18 anos elegíveis para a vacinação contra a COVID-19. Até o momento, a Índia vacinou cerca de 116 milhões de pessoas com pelo menos a primeira dose de uma vacina contra o novo coronavírus, segundo apontam os dados do site Our World in Data.

Em números absolutos, a Índia é um dos países mais impactados pela pandemia, com cerca de 17 milhões de casos registrados e mais de 192 mil mortos, segundo o painel da Universidade Johns Hopkins.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала