Tensão Rússia-EUA: Moscou convoca número 2 da embaixada norte-americana

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensO presidente russo, Vladimir Putin, durante seu discurso anual à Assembleia Federal, em Moscou, Rússia, no dia 21 de abril de 2021
O presidente russo, Vladimir Putin, durante seu discurso anual à Assembleia Federal, em Moscou, Rússia, no dia 21 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.04.2021
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores da Rússia convocou o ministro conselheiro da Embaixada dos Estados Unidos em Moscou, Bartle Gorman, nesta quarta-feira (21).

A convocação marca o momento de maior tensão na relação entre os dois países desde a Guerra Fria.

"Hoje [21] a Chancelaria convocou o número dois da embaixada dos Estados Unidos", informou a entidade à imprensa.

O embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov, foi chamado para consultas depois que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou mais uma vez que acredita que Vladimir Putin é um "assassino", em entrevista à emissora norte-americana ABC News, na semana passada.

Na mesma entrevista, Biden ameaçou fazer o presidente russo pagar pela suposta interferência nas eleições presidenciais norte-americanas de novembro de 2020.

© REUTERS / Tom BrennerO presidente dos EUA, Joe Biden, explica sanções contra a Rússia na Casa Branca, em Washington, nos EUA, no dia 15 de abril de 2021
Tensão Rússia-EUA: Moscou convoca número 2 da embaixada norte-americana - Sputnik Brasil, 1920, 21.04.2021
O presidente dos EUA, Joe Biden, explica sanções contra a Rússia na Casa Branca, em Washington, nos EUA, no dia 15 de abril de 2021

Em 15 de abril, os Estados Unidos impuseram novas sanções contra vários cidadãos e entidades da Rússia por essas supostas interferências, embora não tenham apresentado evidências para apoiar suas alegações.

Além disso, a Casa Branca acusou Moscou, também sem evidências, de ter orquestrado ataques cibernéticos à empresa americana SolarWinds.

Na terça-feira (20), o embaixador dos Estados Unidos em Moscou, John Sullivan, declarou que retornará a Washington nesta semana para visitar a família e se encontrar com membros do governo Biden. Sullivan disse que planeja retornar à capital russa em breve.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала