Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Chile identifica nova espécie de dinossauro que viveu no Atacama há milhões de anos (FOTOS)

© REUTERS / Museu Nacional de História NaturalImpressão artística de um dinossauro herbívoro descoberto no deserto de Atacama, no Chile
Impressão artística de um dinossauro herbívoro descoberto no deserto de Atacama, no Chile - Sputnik Brasil, 1920, 20.04.2021
Nos siga no
Uma equipe de pesquisadores identificou uma nova espécie de dinossauro que habitou o norte do Chile, quando a zona era menos árida que a atual região do Atacama, segundo o Ministério da Cultura, Artes e Patrimônio do país.

O comunicado informa que se trata do Arackar licanantay, um dinossauro herbívoro de cabeça pequena e pescoço e cauda longa, que pertencia a um grande grupo de animais pré-históricos, conhecidos como titanossauros, e que viveu durante a última parte do período Cretáceo, entre 80 e 66 milhões de anos atrás.

​O que é a região do Atacama hoje foi o habitat onde viveu há mais de 66 milhões de anos o Arackar licanantay, o terceiro titanossauro chileno já registrado, o qual estamos conhecendo junto com as equipes do Museu Nacional de História Natural e da Universidade do Chile.

Os fósseis do animal foram descobertos na década de 1990 pelo geólogo Carlos Arévalo, próximo da cidade de Copiapó.

"Trata-se de um dinossauro que foi encontrado a 75 quilômetros ao sul de Copiapó, ele teria seis metros de comprimento e viveu há mais de 66 milhões de anos", detalhou a ministra da Cultura do Chile, Consuelo Valdés.

​Os restos fósseis deste herbívoro quadrúpede do Cretáceo serão exibidos no salão central do Museu Nacional de História Natural quando o contexto permitir. Esta descoberta revela o papel dos museus na geração de conhecimento a serviço da cidadania.

Uma análise revelou diversas características únicas, especialmente em suas vértebras dorsais, permitindo identificá-lo como uma nova espécie, segundo estudo publicado na revista Cretaceous Research.

"A nova espécie não estava com as pernas em um ângulo aberto, como a maioria dos titanossauros, estando em um ângulo reto em comparação ao fêmur de outros da mesma espécie", explica Alexander Vargas, diretor da Rede Paleontológica da Universidade do Chile.

​Habitando a atual região do Atacama, a aproximadamente 80 e 66 milhões de anos atrás, no período Cretáceo, o Arackar licanantay é uma espécie menor que muitos titanossauros. Ilustração de Mauricio Álvarez.

Segundo o chefe da Área de Paleontologia do Museu Nacional de História Natural, David Rubilar, o Arackar licanantay corresponde ao terceiro dinossauro não aviário descrito e reconhecido pelo Chile, depois do Atacamatitan chilensis e do Chilesaurus diegosuarezi.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала