Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Taiwan está à procura de mísseis de cruzeiro de longo alcance dos EUA, diz mídia

© AFP 2021 / Força Aérea dos EUAMísseis de cruzeiro AGM-158 JASSM são lançados dirante as manobras da Força Aérea dos EUA (foto de arquivo)
Mísseis de cruzeiro AGM-158 JASSM são lançados dirante as manobras da Força Aérea dos EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2021
Nos siga no
Defesa taiwanesa estaria investindo em seu armamento para se defender da ameaça chinesa, e busca o míssil de cruzeiro de longo alcance para "atingir alvos distantes da ilha".

Nesta segunda-feira (19), um oficial da Defesa de Taiwan disse que Taipé está tentando adquirir mísseis de cruzeiro de longo alcance de lançamento aéreo dos EUA, enquanto a ilha reforça suas forças diante da crescente pressão da China, de acordo com o South Morning China Post.

Enquanto Taiwan está desenvolvendo seus próprios mísseis de longo alcance para lhe dar capacidade de contra-atacar Pequim em caso de guerra, o país também espera que os Estados Unidos ajudem a fornecer armamento mais avançado.

O chefe do Departamento de Planejamento Estratégico do Ministério da Defesa de Taiwan, Lee Shih-chiang, nomeou o AGM-158, da Lockheed Martin, como o alvo da compra planejada por Taipé, porém, os EUA ainda não deram sinal verde para negociação.

"Ainda estamos no processo de buscá-lo. Os canais de comunicação são muito suaves e normais", disse Shih-chiang citado pela mídia.

O míssil de cruzeiro AGM-158 pode ter um alcance de quase 1.000 quilômetros, dependendo do modelo, e pode ser fixado em aeronaves incluindo F-16, que Taiwan opera.

© Foto / Força Aérea dos EUA / Sargento Paige YenkeCaça F-15E prepara-se para usar míssil AGM-158B em base aérea no Novo México, EUA, 7 de janeiro de 2021
Taiwan está à procura de mísseis de cruzeiro de longo alcance dos EUA, diz mídia - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2021
Caça F-15E prepara-se para usar míssil AGM-158B em base aérea no Novo México, EUA, 7 de janeiro de 2021

As Forças Armadas de Taiwan tradicionalmente se concentram em defender a ilha de um ataque chinês, mas a presidente Tsai Ing-wen enfatizou a importância de desenvolver um impedimento "assimétrico", usando equipamentos móveis difíceis de encontrar e destruir, e capazes de atingir alvos distantes da ilha, como no caso dos mísseis de cruzeiro de longo alcance.

A China intensificou sua atividade militar perto de Taiwan, enquanto tenta forçar o governo de Taipé a aceitar as reivindicações de soberania chinesa sobre a ilha.

Os EUA, principal fornecedor estrangeiro de armas para Taiwan, está ansioso para criar um contrapeso militar às forças chinesas, com base em um esforço conhecido no Pentágono como "Fortaleza de Taiwan", de acordo com a mídia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала