Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA pressionam Israel a parar de comentar sobre o Irã, diz mídia

© AFP 2021 / THOMAS COEX The Israeli flag flutters in front of the Dome of the Rock mosque and the city of Jerusalem, on December 1, 2017
The Israeli flag flutters in front of the Dome of the Rock mosque and the city of Jerusalem, on December 1, 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 17.04.2021
Nos siga no
Governo norte-americano estaria preocupado com o fato de que as polêmicas declarações israelenses podem atrapalhar o andamento do diálogo com o Irã sobre a volta ao acordo nuclear.

Diante das diversas declarações proferidas por Israel sobre o Irã nos últimos dias, os EUA pediram que o Estado israelense pare de fazer comentários sobre o país persa, de acordo com o The Jerusalem Post.

Segundo a mídia, o governo Biden se sente "desconfortável" em relação à recente operação israelense em Natanz, referindo-se às conversas israelenses sobre o ataque como "perigosas" e "embaraçosas", e também afirmou que as constantes declarações de Tel Aviv sobre Teerã atrapalharam as negociações em andamento entre os EUA e o Irã para voltar ao acordo nuclear.

Israel estaria preocupado com o alerta norte-americano, percebendo que esse dilema poderia colocar pressão sobre seu relacionamento com Washington. O Gabinete de Segurança de Israel, que não se reúne desde fevereiro, deve se reunir no domingo (18) para discutir o assunto, de acordo com a mídia.

Na sexta-feira (16), o ministro das Relações Exteriores de Israel, Gabi Ashkenazi, durante uma cúpula que reuniu autoridades em Pafos, no Chipre, reafirmou a intenção do governo de impedir que o Irã tenha armas nucleares.

Ao que parece, o flerte entre Tel Aviv e Washington, bastante intenso durante o governo de Donald Trump, vem enfraquecendo na medida em que a nova administração dos EUA trilha passos diferentes em questões ligadas ao Estado israelense.

© AP Photo / Evan VucciO presidente Donald Trump se encontra com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Salão Oval da Casa Branca (foto de arquivo)
EUA pressionam Israel a parar de comentar sobre o Irã, diz mídia - Sputnik Brasil, 1920, 17.04.2021
O presidente Donald Trump se encontra com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Salão Oval da Casa Branca (foto de arquivo)

No início de abril, Israel condenou veementemente o plano de ajuda de US$ 235 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) dos EUA para a Palestina, declarando que a medida "só ajudaria a perpetuar o conflito israelo-palestino". Além de ser contrário ao financiamento, Jerusalém já deixou claro diversas vezes que não apoia o retorno dos EUA ao acordo nuclear, a ponto do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, declarar que "melhores amigos devem saber que Israel não se regerá pelo acordo nuclear do Irã". 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала