Submarino soviético atingido por minas alemãs encontrado no mar de Barents

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensSubmarino do projeto 667BDRM Delfin (Golfinho em russo) da Frota do Norte da Marinha russa atracado ao cais na região de Murmansk
Submarino do projeto 667BDRM Delfin (Golfinho em russo) da Frota do Norte da Marinha russa atracado ao cais na região de Murmansk - Sputnik Brasil, 1920, 16.04.2021
Nos siga noTelegram
Uma expedição da Frota do Norte russa e da Sociedade Geográfica Russa encontrou no mar de Barents o submarino Katyusha, afundado durante a Segunda Guerra Mundial, de acordo com informação do serviço de imprensa da frota.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (16).

"O navio multifuncional de logística Elbrus realizou a avaliação instrumental do relevo do fundo do mar, em resultado da qual foi confirmada a presença de um submarino do tipo K ou Katyusha, no campo minado alemão Bantos-A", diz o comunicado.

Os especialistas determinaram que o casco do submarino estava destruído em três partes, estando coberto por redes de pesca. A razão da perda do submarino, de acordo com a Frota do Norte, teria sido a "explosão de uma mina alemã com a subsequente detonação de suas próprias munições".

© Sputnik / Mikhail OzerskySubmarino do tipo K Katyusha em 1968
Submarino soviético atingido por minas alemãs encontrado no mar de Barents - Sputnik Brasil, 1920, 16.04.2021
Submarino do tipo K Katyusha em 1968

Os participantes da expedição pretendem determinar o número tático do submarino. Agora, sua identificação é dificultada pela grande quantidade de redes no local. Até agora, a classificação foi realizada através das dimensões do casco e alguns elementos não cobertos pelas redes – a antena de rádio, os embornais no casco, bem como dispositivos internos como, por exemplo, os cilindros de alta pressão e a tubulação de ventilação.

No decorrer da expedição foi examinada a área, da qual os pescadores se queixavam: o navio afundado era a causa de numerosas quebras nas redes de arrasto. As informações obtidas foram agora registradas nos mapas de navegação marítima.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала