Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Irã diz ter conseguido enriquecer urânio a 60%, extrapolando em 15 vezes limite do acordo nuclear

CC BY 2.0 / IAEA Imagebank / Uranium Ore in Barrels (03010300)Urânio no barril (imagem de arquivo)
Urânio no barril (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 16.04.2021
Nos siga no
Presidente do Parlamento do Irã informou que os cientistas iranianos conseguiram obter urânio enriquecido a 60%. Vale destacar que o acordo nuclear de 2015 previa limite de 3,67%.

Nesta sexta-feira (16), o presidente do Parlamento iraniano, Mohammad Bagher Ghalibaf, anunciou a conquista de enriquecimento de urânio a 60%.

"Tenho orgulho de anunciar que os cientistas iranianos […] conseguiram obter urânio enriquecido a 60%", escreveu Ghalibaf em sua conta no Twitter.

O político iraniano felicitou o povo do Irã pelo enriquecimento de urânio a 60%.

Na terça-feira (13), o Irã notificou a Agência Internacional de Energia Atômica sobre planejar iniciar enriquecer urânio a 60%. Teerã destacou que o urânio enriquecido a 60% seria usado na produção de molibdênio, necessário para fabricação de medicamentos radiofarmacêuticos. Segundo o presidente do Irã, Hassan Rouhani, Teerã decidiu aumentar o nível de enriquecimento de urânio e instalar centrífugas mais avançadas em reposta à sabotagem contra a usina nuclear de Natanz.

De acordo com o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) celebrado em 2015, o enriquecimento de urânio era limitado a 3,67% para Irã. Após a saída unilateral dos EUA do acordo nuclear em 2018, o Irã anunciou a redução gradual de seus compromissos no âmbito do JCPOA, se recusando a restringir pesquisas nucleares, centrífugas e nível de enriquecimento de urânio.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала