EUA investirão US$ 1,7 bilhão para combater variantes da COVID-19

© REUTERS / Joshua RobertsMonumento em memória das 500.000 mortes devido à COVID-19 em Washington, EUA, 24 de fevereiro de 2021
Monumento em memória das 500.000 mortes devido à COVID-19 em Washington, EUA, 24 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.04.2021
Nos siga noTelegram
A Casa Branca informou nesta sexta-feira (16) que os Estados Unidos investirão US$ 1,7 bilhão (R$ 9,54 bilhões) para monitorar, rastrear e combateras variantes emergentes do coronavírus que estão ameaçando o país.

"A fim de melhorar a detecção, monitoramento e mitigação dessas variantes da COVID-19, a administração Biden está investindo rapidamente US$ 1,7 bilhão do Plano de Resgate Americano para ajudar os estados e outras jurisdições a combater essas mutações de forma mais eficaz", diz o comunicado da Casa Branca.

O Plano de Resgate Americano é um projeto de lei de alívio à pandemia de US$ 1,9 trilhão [R$ 10,66 trilhões] aprovado pelo Congresso dos EUA em março.

© REUTERS / Kevin LamarquePaciente da COVID-19 aguarda transporte durante evento de vacinação comunitária em Martinsburg, Virgínia Ocidental, EUA, 11 de março de 2021
EUA investirão US$ 1,7 bilhão para combater variantes da COVID-19 - Sputnik Brasil, 1920, 16.04.2021
Paciente da COVID-19 aguarda transporte durante evento de vacinação comunitária em Martinsburg, Virgínia Ocidental, EUA, 11 de março de 2021

A Casa Branca declarou também que a cepa original da COVID-19 compreendia apenas cerca de metade de todas as quase 31,5 milhões de infecções nos Estados Unidos, enquanto "cepas novas e potencialmente perigosas" compõem a outra metade.

De acordo com os dados divulgados pela Universidade John Hopkins, que monitora os casos de COVID-19 no mundo, os EUA totalizam 565.353 óbitos e cerca de 31,5 milhões de casos de coronavírus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала