Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Seguindo EUA, Reino Unido retirará seu contingente militar do Afeganistão, diz jornal

© AP Photo / Maya AlleruzzoMilitar norte-americano no Afeganistão, foto de arquivo
Militar norte-americano no Afeganistão, foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 14.04.2021
Nos siga no
O Reino Unido, que conta com cerca de 750 soldados no Afeganistão, retirará seu contingente militar do país após os Estados Unidos terem anunciado remoção de seus soldados.

O Reino Unido retirará quase todos os seus soldados do Afeganistão. A decisão britânica sucede o anúncio dos Estados Unidos de retirada de seus militares de solo afegão até 11 de setembro, segundo informou o jornal The Times.

Atualmente, cerca de 750 soldados britânicos se encontram em solo afegão. Segundo fontes do jornal, os militares britânicos passariam a enfrentar dificuldades sem o apoio dos EUA no Afeganistão por dependerem de bases e infraestruturas norte-americanas.

Além disso, o Reino Unido planeja devolver ao governo do Afeganistão controle da Academia Militar de Cabul, onde soldados britânicos treinam militares afegãos, segundo a mídia.

Ao todo, 456 soldados das forças britânicas ou civis do Ministério da Defesa do Reino Unido morreram enquanto serviam no Afeganistão desde o início das operações em outubro de 2001. A maioria das tropas britânicas em solo afegão está envolvida em missões na capital de Cabul de transporte de pessoas importantes, de acordo com o tabloide Daily Mail.

Em se tratando da retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão, é previsto que aconteça antes do 20º aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro, sendo iniciada em 1º de maio.

O ex-presidente norte-americano, Donald Trump, chegou a um acordo o Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), no início de 2020, prometendo a retirada de tropas até 1º de maio de 2021, em troca da promessa dos insurgentes de não apoiar a Al-Qaeda (grupo terrorista proibido na Rússia e em muitos outros países) ou outras organizações extremistas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала