Irã: porta-voz de agência atômica sofreu ferimentos em incidente em Natanz

© AP Photo / Hasan SarbakhshianInstalações nucleares de Natanz situadas ao sul de Teerã
Instalações nucleares de Natanz situadas ao sul de Teerã - Sputnik Brasil, 1920, 11.04.2021
Nos siga noTelegram
Um porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, Behrouz Kamalvandi, ficou ferido enquanto visitava a instalação de enriquecimento de urânio de Natanz, onde ocorreu um acidente na manhã deste domingo (11), informou a mídia iraniana.

De acordo com o meio de comunicação iraniano Islamic Republic of Iran Broadcasting (IRIB), um "incidente" envolvendo Kamalvandi ocorreu na instalação de Natanz, e o porta-voz da Organização Atômica do Irã acabou sofrendo fraturas, mas sua condição é considerada estável.

© AP Photo / Ebrahim NorooziO porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã Behrouz Kamalvandi
Irã: porta-voz de agência atômica sofreu ferimentos em incidente em Natanz - Sputnik Brasil, 1920, 11.04.2021
O porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã Behrouz Kamalvandi

Na manhã deste domingo (11), o Irã reportou que o complexo nuclear de Natanz sofreu um acidente envolvendo sua rede de distribuição elétrica. Horas depois, o diretor da Organização Atômica do Irã, Ali-Akbar Salehi, classificou o acidente de "terrorismo nuclear".

Segundo a emissora de televisão Kan de Israel, fontes de inteligência do país relataram neste domingo (11) que a instalação de Natanz foi alvo de um ataque cibernético envolvendo o serviço secreto israelense, o Mossad.

Além disso, um funcionário do governo norte-americano contou hoje (11) ao jornal The New York Times que havia "envolvimento de Israel" no incidente em Natanz.

© AP Photo / Organização de Energia Atômica do IrãCentrífugas de enriquecimento de urânio nas instalações de Natanz no Irã
Irã: porta-voz de agência atômica sofreu ferimentos em incidente em Natanz - Sputnik Brasil, 1920, 11.04.2021
Centrífugas de enriquecimento de urânio nas instalações de Natanz no Irã

Ontem (10), o Irã anunciou que estava colocando em funcionamento as centrífugas de enriquecimento avançado de urânio nas instalações de Natanz.

De acordo com o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), que também é conhecido como o acordo nuclear do Irã, assinado ente Teerã e o grupo G5+1 (Rússia, China, Estados Unidos, França e Reino Unido, mais Alemanha) em 2015, a república islâmica apenas tem permissão para enriquecer urânio com as centrífugas IR-1, de primeira geração, em Natanz.

Contudo, no ano passado, o Irã começou a instalar centrífugas mais avançadas que podem enriquecer o elemento de maneira muito mais rápida que as IR-1.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала