Arábia Saudita teria condenado à morte 3 soldados por crimes de 'alta traição'

CC BY-SA 4.0 / B.alotaby / Riad, capital da Arábia Saudita
Riad, capital da Arábia Saudita - Sputnik Brasil, 1920, 11.04.2021
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Arábia Saudita anunciou a condenação à morte de três de seus soldados, sob acusação de "alta traição".

Segundo informa a mídia estatal Saudi Press Agency (SPA), a decisão foi tomada após investigações terem revelado que os três militares estariam "colaborando com o inimigo em planos contra os interesses militares do Reino da Arábia Saudita".

Citando versos do Alcorão, bem como leis e disposições da Sharia (lei islâmica) relacionadas com crimes de traição e auxílio ao inimigo, o Ministério da Defesa emitiu um comunicado identificando os três condenados: Muhammad bin Ahmed bin Yahya Akam, Shaher bin Isa bin Qasim Haqawi e Hamoud bin Ibrahim bin Ali Hazmi.

Tendo, supostamente, evidências suficientes de alta traição, o tribunal – considerando que os militares tiveram todas as garantias judiciais essenciais para um julgamento justo, – os sentenciou à morte. O ministério disse que os três soldados foram executados hoje no Comando Militar da Região Sul, perto da fronteira com o Iêmen, indica Aljazeera.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала