Finlândia: 20 pessoas são detidas após protestos contra medidas de combate à pandemia

© REUTERS / Lehtikuva / Antti Aimo-KoivistoManifestantes protestam contra restrições para combater o coronavírus na Finlândia
Manifestantes protestam contra restrições para combater o coronavírus na Finlândia  - Sputnik Brasil, 1920, 10.04.2021
Nos siga noTelegram
Cerca de 20 pessoas foram detidas hoje (10) em Helsinque durante protestos não autorizados contra as restrições impostas pelo governo da Finlândia para frear a disseminação da COVID-19.

Segundo a agência de notícias France-Presse, cerca de 300 pessoas se reuniram no centro da capital finlandesa e as autoridades se mobilizaram para dispersar o protesto, pois o mesmo não tinha sido autorizado, já que as reuniões públicas com mais de seis pessoas estão proibidas em Helsinque devido à pandemia.

Muitos manifestantes, no entanto, formaram um bloco e começaram a marchar pela cidade, o que acabou resultando na detenção de 20 pessoas que se recusaram a cooperar com as autoridades.

A Finlândia tem cerca de 5,5 milhões de habitantes e está entre os países que melhor conseguiram conter a pandemia de COVID-19 na Europa. Contudo, a taxa de incidência da doença aumentou em meados de fevereiro, o que fez com que o governo introduzisse novas restrições, como o fechamento de bares e restaurantes.

De acordo com um levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, a Finlândia soma quase 82 mil casos acumulados de COVID-19 desde o início da pandemia, com apenas 868 mortes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала