- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Fiocruz passará a produzir insumo a partir de agosto e deixará de depender de importação da China

© Folhapress / Miguel Noronha / Agência F8Duas gigantes brasileiras da área farmacêutica, a Fiocruz e o Instituto Butantan, correm contra o tempo para a fabricação de vacinas contra a COVID-19
Duas gigantes brasileiras da área farmacêutica, a Fiocruz e o Instituto Butantan, correm contra o tempo para a fabricação de vacinas contra a COVID-19 - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2021
Nos siga noTelegram
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta sexta-feira (9) que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai passar a produzir insumos para vacinas a partir do mês de agosto.

Atualmente, o Brasil depende da importação dos insumos, que têm sido comprados da China.

"Hoje eu vi aqui a produção do IFA [ingrediente farmacêutico ativo] nacional. Acredito que no mês de agosto já tenhamos a produção nacional. Isso representa uma conquista nacional e dispensa a importação desse insumo", disse o ministro, segundo o G1.

Queiroga visitou a Fiocruz nesta sexta-feira (9). A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, que também esteve presente, disse que a vacina com a matéria-prima brasileira deve estar disponível para a população em setembro.

O ministro da Saúde comentou sobre o ritmo de vacinação no Brasil. Ele disse que gostaria de entregar mais vacinas diariamente, mas que há muitos "problemas" a serem enfrentados.

"O ministério não tem 'vara de condão' para resolver todos os problemas. A gente trabalha todos os dias para trazer alternativas para a população brasileira", afirmou Marcelo Queiroga.
© Folhapress / Jorge Hely / FramePhotoO ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em visita à Fiocruz nesta sexta-feira, 9 de abril de 2021
Fiocruz passará a produzir insumo a partir de agosto e deixará de depender de importação da China - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2021
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em visita à Fiocruz nesta sexta-feira, 9 de abril de 2021

A Fiocruz, que já entregou 8,1 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde, espera fabricar mais 18,4 milhões de doses até o começo de maio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала