Biden pede que Congresso aloque US$ 715 bilhões ao Pentágono para 'conter' Rússia e China

© AFP 2022 / Jim WatsonPresidente dos EUA, Joe Biden discursa em Pittsburgh, onde revelou megapacote de US$ 2 trilhões (R$ 11,3 trilhões) em infraestrutura para modernização dos EUA
Presidente dos EUA, Joe Biden discursa em Pittsburgh, onde revelou megapacote de US$ 2 trilhões (R$ 11,3 trilhões) em infraestrutura para modernização dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2021
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Joe Biden, solicitou ao Congresso norte-americano um orçamento ao Pentágono que inclui os planos de contenção do que Washington classifica como uma ameaça representada por Rússia e China.

De acordo com o projeto de orçamento presidencial publicado no site da Casa Branca nesta sexta-feira (9), o combate à ameaça da China é visto como a prioridade do Pentágono, enquanto a contenção da Rússia também é citada por conta do "comportamento desestabilizador" de Moscou.

"O pedido presidencial para 2022 inclui uma alocação de US$ 715 bilhões [cerca de R$ 3,9 trilhões] para o Departamento de Defesa dos EUA. Isso inclui conter a China. O pedido enfatiza o combate à ameaça da China como a principal missão do Pentágono. O Departamento de Defesa também tentará conter comportamento desestabilizador da Rússia", diz o documento.

O presidente Joe Biden também propôs ao Congresso o aumento nos gastos com programas de saúde para quase US$ 132 bilhões (cerca de R$ 746 bilhões), o que representa um aumento de 23,5% em relação a 2021.

© AP Photo / Charles DharapakVista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA
Biden pede que Congresso aloque US$ 715 bilhões ao Pentágono para 'conter' Rússia e China - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2021
Vista do prédio do Pentágono, em Washington D.C, capital dos EUA

A atual administração dos Estados Unidos também pretende continuar a modernização do seu sistema nuclear. De acordo com a Casa Branca, o pedido orçamentário para a Defesa mantém uma capacidade de dissuasão nuclear forte e confiável para garantir a segurança do país e dos aliados dos EUA.

"Apesar da administração estar revisando a doutrina nuclear [...] o pedido apoia os programas de modernização nuclear em andamento, garantindo que esses esforços sejam sustentáveis​​", destaca o documento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала