Pesquisadores explicam fenômeno responsável por pinturas rupestres na 'escuridão' das cavernas

© Foto / Domínio público / Kersti_NebelsiekPintura de cavalos e mãos na caverna Pech Merle, França
Pintura de cavalos e mãos na caverna Pech Merle, França - Sputnik Brasil, 1920, 07.04.2021
Nos siga noTelegram
Pesquisadores em Israel apontam que os criadores das pinturas podem ter passado pela hipóxia, que "aumenta a liberação de dopamina no cérebro, resultando em alucinações e experiências fora do corpo".

Um novo estudo realizado pelos pesquisadores Yafit Kedar e Ran Barkai da Universidade de Tel Aviv, Israel, juntamente com um pesquisador independente chamado Gil Kedar, oferece uma explicação sobre a razão de as pessoas do período Paleolítico terem escolhido cavernas profundas para expressar seus lados artísticos em oposição a lugares mais acessíveis, relata o jornal Haaretz.

Como Yafit Kedar explicou ao jornal, durante sua visita a cavernas com arte rupestre na Europa ela se perguntava por que razão essas pessoas "iriam para a escuridão, para tal reclusão" para fazer o que fizeram.

Os pesquisadores explicaram no estudo publicado na revista Time and Mind como eles "simularam o efeito das tochas nas concentrações de oxigênio em estruturas semelhantes a cavernas decoradas do Paleolítico", mostrando que "o oxigênio rapidamente diminuiu para níveis conhecidos por induzir um estado de hipóxia". Os cientistas também referiram que o fenômeno de intoxicação ritual é observado nos caçadores-coletores modernos.

© Foto / Domínio públicoPintura de rinoceronte com grande chifre
Pesquisadores explicam fenômeno responsável por pinturas rupestres na 'escuridão' das cavernas - Sputnik Brasil, 1920, 07.04.2021
Pintura de rinoceronte com grande chifre

"A hipóxia aumenta a liberação de dopamina no cérebro, resultando em alucinações e experiências fora do corpo", escreveram eles.

"Discutimos o significado das cavernas nas visões indígenas de mundo, e afirmamos que entrar nesses ambientes profundos e escuros foi uma escolha consciente, motivada pela compreensão da natureza transformadora de um espaço subterrâneo, esgotado pelo oxigênio."

A equipe argumentou ainda que "não foi a decoração que tornou as cavernas significativas", mas "ao contrário, o significado das cavernas escolhidas foi a razão de sua decoração", podendo ser "espíritos, ancestrais, quem sabe".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала