Especialista da Bloomberg nota que recuperação da economia russa 'está se ampliando' após pandemia

© AFP 2022 / ALEXANDER NEMENOVMoeda russa, rublo, fotografada de frente para a Catedral de São Basílio no centro de Moscou
Moeda russa, rublo, fotografada de frente para a Catedral de São Basílio no centro de Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 03.04.2021
Nos siga noTelegram
A economia da Rússia começa a se recuperar após recessão provocada pela pandemia em meio à decisão das autoridades de não introduzir segundo lockdown rígido, escreve Bloomberg.
"Após uma contração supreendentemente pequena em 2020, a recuperação está se ampliando, estimulada pelo abrandamento dos surtos, pelo progresso em vacinações e pelo aumento dos preços do petróleo", segundo economista Scott Johnson, citado pela agência.

O veículo de imprensa também aponta que a economia da Rússia sofreu menos do que outras, já que o Estado russo introduziu restrições menos rígidas para conter a pandemia, em comparação com outros países.

No entanto, nota Bloomberg, na Rússia surgem dificuldades com a inflação, provocada pelo aumento de preços mundiais dos produtos alimentares e posterior enfraquecimento do rublo. Em consequência, o Banco Central da Rússia aumentou a taxa de juro básica pela primeira vez desde 2018.

"A normalidade está longe, mas a produção pode voltar ao pico anterior ao vírus no quatro trimestre", resumiu Johnson.

No fim de março, o Banco Mundial emitiu uma previsão mais otimista sobre o crescimento econômico da Rússia após a pandemia do coronavírus. O relatório diz que o PIB russo em 2021-2022 aumentará em 2,9 e 3,2% respectivamente, o que é melhor do que a previsão análoga de janeiro. Então a organização tinha uma expectativa de aumento para a economia russa de 2,6 e 3%.

Os especialistas explicaram que a previsão foi revista devido a uma redução do PIB menor que a esperada no fim de 2020 (que foi de 3,1%), bem como em meio ao rápido relaxamento de restrições ligadas à COVID-19.

Mesmo assim, o Banco Mundial acentua que a recuperação da economia russa pode enfrentar uma ameaça de novas sanções, bem como a possibilidade de a eficácia da vacina contra o coronavírus ser menor do que a esperada e o ritmo da vacinação não corresponder ao planejado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала