Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Senado brasileiro protocola ofício à ONU pedindo antecipação do envio de vacinas do COVAX Facility

© REUTERS / Ueslei MarcelinoO presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), chega para fazer pronunciamento à imprensa.
O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), chega para fazer pronunciamento à imprensa. - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2021
Nos siga no
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) informou nesta quinta-feira (1º) que enviou um ofício ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pedindo a antecipação da entrega de vacinas por meio do COVAX Facility sob a justificativa de que o Brasil vive uma situação "dramática" em relação à pandemia.

O documento foi enviado após os senadores terem aprovado uma moção de "apelo" para a comunidade internacional pedindo ajuda de 11 organizações globais para enfrentar a pandemia. As informações foram publicadas pelo portal G1.

"A situação que enfrentamos é dramática. Dados confirmados pela OMS [Organização Mundial de Saúde] atestam que o Brasil se tornou o epicentro mundial da pandemia de COVID-19, com mais de 12 milhões de casos confirmados e 300 mil óbitos. Assistimos, consternados, a uma preocupante aceleração da curva de contágio", escreveu Pacheco.

​O presidente do Senado ainda destacou que o sistema de saúde do país está "no limite de suas capacidades".

"À luz do exposto, encareço o especial apoio de vossa excelência [Guterres] ao pleito de que se examine, no âmbito do COVAX Facility, a possibilidade de ajuste no cronograma de entrega vacinas do consórcio ao Brasil", completou o presidente do Senado.

O COVAX Facility é uma iniciativa liderada pela OMS, que une mais de 150 países, criada para impulsionar o desenvolvimento e a distribuição das vacinas contra a COVID-19.

Na semana passada o Ministério da Saúde informou que o cronograma de entrega de doses de vacina contra a COVID-19 disponibilizadas pelo consórcio COVAX Facility sofreria atrasos.

A demora afetou cerca de 1,9 milhão dos 2,9 milhões de doses da vacina Covishield, conhecida popularmente como a vacina de Oxford/AstraZeneca, que tinha entrega prevista até o final de março.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала