Forças dos EUA apoiam transferência de 40 militantes do Daesh para base na Síria, diz SANA

CC0 / Sargento Jacob Connor / 5º Grupo de Forças Especiais (Airborne)Membros das Forças Especiais dos EUA realizando treinamento durante operações contra grupo Daesh no sul da Síria
Membros das Forças Especiais dos EUA realizando treinamento durante operações contra grupo Daesh no sul da Síria - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2021
Nos siga noTelegram
Com a nova administração Biden, ainda não houve nenhum sinal de que Washington vai desistir de sua presença no território sírio, rico em petróleo.

É importante sublinhar que a presença dos EUA no país não foi autorizada nem por Damasco, nem pelo Conselho de Segurança da ONU. Washington tem até hoje justificado a sua presença contínua na Síria por alegadamente pretender combater os grupos armados extremistas, nomeadamente o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países).

No entanto, nesta quarta-feira (31), a agência de notícias síria SANA reportou que as forças militares americanas teriam transportado, via aérea, cerca de 40 militantes do Daesh da prisão de Al-Houl para a sua base em Al-Shaddadi, na província de Al-Hasakah.

Segundo informação prestada por fontes à agência síria, a prisão de Al-Hould seria controlada pelas Forças Democráticas Sírias (FDS), uma coalizão de milícias liderada pelos curdos e suportada por Washington.

© REUTERS / Rodi SaidCombatente das Forças Democráticas da Síria (FDS) em uma rua de Tabqa, na província de Raqqa, após retomada do controle sobre a cidade então dominada pelo Daesh
Forças dos EUA apoiam transferência de 40 militantes do Daesh para base na Síria, diz SANA - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2021
Combatente das Forças Democráticas da Síria (FDS) em uma rua de Tabqa, na província de Raqqa, após retomada do controle sobre a cidade então dominada pelo Daesh

Ao longo dos últimos anos, tem havido vários relatos sobre o apoio a extremistas na região por parte dos militares estadunidenses, o que teria como objetivo aumentar o número de ataques terroristas na Síria e no Iraque e, dessa maneira, justificar a necessidade de forças dos EUA no país.

De acordo com relatos da mídia, em janeiro, helicópteros militares norte-americanos transportaram regularmente grupos de terroristas das prisões de Al-Hasakah e Al-Sena'a para bases americanas no Iraque. Mais de 100 militantes foram alegadamente transportados por via aérea e munidos de armas antes de serem libertados.

Os contingentes de militares americanos se encontram estacionados nas províncias sírias de Al-Hasakah e de Deir ez-Zor. Estas áreas possuem as maiores reservas de petróleo e de gás natural do país. Por este motivo, por várias vezes, as autoridades sírias declararam que a presença das forças estadunidenses nestas províncias viola a soberania da Síria, bem como o direito internacional, uma vez que Washington nunca foi autorizado a intervir na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала