Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil: Lava-Jato faz acordo de R$ 811 milhões com a Samsung

© flickr.com / Kārlis DambrānsLogo da Samsung em uma exposição
Logo da Samsung em uma exposição  - Sputnik Brasil, 1920, 30.03.2021
Nos siga no
A Samsung assinou nesta terça-feira (30) um acordo na Lava-Jato para pagar R$ 811 milhões por subornos no Brasil para construção de um estaleiro.

O acordo de leniência assinado pelo estaleiro sul-coreano Samsung Heavy Industries (SHI) no âmbito da operação Lava-Jato foi homologado pela Câmara de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal (MPF).

A empresa vai pagar R$ 811,79 milhões por ter praticado atos de corrupção e lavagem de dinheiro para obter contratos com a Petrobras, escreve o jornal O Globo.

Vale lembrar que ex-deputado Eduardo Cunha foi condenado em primeira instância no ano passado em processo no qual era acusado pelo MPF de ter recebido propinas do estaleiro entre 2012 e 2014.

© Wilson Dias/ Agência BrasilEduardo Cunha sendo transferido para Curitiba após prisão preventiva nas investigações da Lava Jato
Brasil: Lava-Jato faz acordo de R$ 811 milhões com a Samsung - Sputnik Brasil, 1920, 30.03.2021
Eduardo Cunha sendo transferido para Curitiba após prisão preventiva nas investigações da Lava Jato

Do montante a ser pago pelo Samsung Heavy Industries, R$ 705,9 milhões serão destinados à estatal Petrobras. O restante, R$ 105,89 milhões, serão pagos à União. O MPF ainda afirmou que "a empresa já cumpriu quase a integralidade do acordo".

O estaleiro SHI, que é um dos maiores do mundo, já havia concordado, em novembro de 2019, em pagar US$ 75 milhões (R$ 314 milhões à época) em acordo feito com o Departamento de Justiça dos EUA (DOJ, na sigla em inglês).

O valor seria uma indenização pelo suborno de intermediários no Brasil por parte da companhia coreana.

A SHI admitiu à justiça americana ter pago, entre 2007 e 2013, cerca de US$ 20 milhões (R$ 83 milhões à época) em comissões a um intermediário brasileiro, sabendo que parte desse dinheiro era suborno a funcionários da Petrobras para garantir vantagens em negócios com a empresa.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала