Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Índia não proibiu exportações de vacinas contra COVID-19, diz fonte do governo

© REUTERS / Francis MascarenhasUm profissional de saúde segurando uma rosa recebe a vacina da AstraZeneca, durante campanha de vacinação contra a COVID-19, em um centro médico em Mumbai, Índia, em 16 de janeiro de 2021
Um profissional de saúde segurando uma rosa recebe a vacina da AstraZeneca, durante campanha de vacinação contra a COVID-19, em um centro médico em Mumbai, Índia, em 16 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.03.2021
Nos siga no
A Índia não impôs proibição às exportações de vacinas contra o coronavírus e Nova Deli continuará a fornecer imunizantes de maneira gradual.
"Declaramos que, tendo em vista as necessidades domésticas da implementação em fases, a Índia continuará a fornecer vacinas contra a COVID-19 aos países parceiros nas próximas semanas e meses de maneira gradual", disse uma fonte do governo à Reuters nesta quinta-feira (25).

"Essa posição permanece inalterada. Não impusemos qualquer proibição de exportação de vacinas, ao contrário de muitos outros países", disse a fonte.

​A Índia conta com o imunizante local Covaxin, desenvolvido pela Bharat Biotech em parceria com o Conselho Indiano de Pesquisa Médica estatal, bem como com outro licenciado pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

A Covaxin demonstrou eficácia clínica provisória de 81% em testes da fase três e que também funciona para a variante do vírus do Reino Unido. O anúncio foi feito no início deste mês pela empresa desenvolvedora da vacina.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала