Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Caça F-35 testa com sucesso integração de míssil antinavio, diz mídia

© Foto / Wikipedia/Marinha dos EUA/ Zachary D. BellMíssil de Ataque Marítimo é lançado a partir do navio militar norte-americano USS Coronado (LCS-4), Califórnia, EUA, setembro de 2014 (foto de arquivo)
Míssil de Ataque Marítimo é lançado a partir do navio militar norte-americano USS Coronado (LCS-4), Califórnia, EUA, setembro de 2014 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 22.03.2021
Nos siga no
Os mísseis antinavio Joint Strike Missile (JSM, na sigla em inglês), da empresa norueguesa Kongsberg são capazes de alcançar alvos terrestres e navais a uma distância de até 500 quilômetros.

O lançamento de teste ocorreu em fevereiro, como parte da integração do programa NSM com o caça F-35, em uma cooperação do Escritório Conjunto do Programa F-35 e autoridades norte-americanas.

"Com este primeiro lançamento aéreo, nós verificamos que o NSM foi lançado de um F-35A de maneira segura. Nós usamos uma aeronave instrumentada para este teste", afirmou o brigadeiro Jarle Nergard, do departamento de F-35 na agência norueguesa de material de defesa.

A aeronave possui sensores de velocidade, movimento e vibrações, bem como para registrar o tráfego de dados na aeronave e comunicação para o armamento.

De acordo com Nergard, a aeronave ainda conta com três câmeras dentro do compartimento de bombas e tem um pilone independente para câmeras na asa, com outras três câmeras, para analisar precisamente o que está acontecendo.

A Kongsberg também desenvolveu um míssil instrumentado para registrar todos seus movimentos, que serão enviados a um computador em terra, segundo o portal Naval News.

Todos os dados obtidos serão analisados pela equipe norueguesa, bem como pelo esquadrão de testes da Base da Força Aérea de Edwards e pelo Escritório SEEK EAGLE da Força Aérea dos EUA, para aprovar a integração do JSM ao F-35A.

Os NSM, mísseis antinavio e de ataque terrestre, são desenvolvidos pela empresa norueguesa Kongsberg Defence & Aerospace (KDA). A versão polivalente do NSM está em processo de elaboração. A versão aérea deste míssil foi denominada Joint Strike Missile (JSM) e será integrada ao avião Lockheed Martin F-35 Lightning II Joint Strike Fighter. A empresa também desenvolve mísseis que podem ser lançados a partir de submarinos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала