Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Nicolás Maduro confirma 2ª onda da COVID-19 e culpa variante brasileira

© REUTERS / Palácio MirafloresPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas - Sputnik Brasil, 1920, 21.03.2021
Nos siga no
"Estávamos diminuindo os casos, até a chegada da variante brasileira. No dia 4 de março, foram detectadas as primeiras infecções dessa nova variante", disse o presidente da Venezuela.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, confirmou neste domingo (21) que o país enfrenta uma segunda onda da COVID-19, principalmente por conta da variante brasileira.

"A Venezuela enfrenta uma nova onda de infecções por coronavírus devido à presença das variantes brasileiras no país. A variante está nos levando ao ponto zero de 2020", disse Maduro em entrevista coletiva divulgada em suas redes sociais.

​Ao vivo: presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informa que a variante brasileira atingiu os estados de Monagas, Anzoátegui, Caracas, Miranda, Bolívar, Guárico e La Guaira.

O presidente afirmou que "é uma realidade que o Brasil é a maior ameaça do mundo e está afetando todos os vizinhos".

"Estávamos diminuindo de casos, até a chegada da variante brasileira. Desde o último dia 4 de março foram detectadas as primeiras infecções dessa nova variante. Não podemos relaxar e devemos tomar medidas, que devem ser acompanhadas de uma população com bom senso", disse o presidente.

O chefe de Estado destacou que para este domingo (21) foram notificados quase 800 infecções. Como resultado do aumento de casos e mortes devido ao coronavírus, Nicolás Maduro anunciou uma série de medidas de controle social.

Além de proibir reuniões e realizar uma campanha de comunicação massiva para instar os cidadãos a prevenir, o presidente anunciou que na próxima semana haverá uma quarentena radical e consciente.

© Reprodução / Embaixada da Rússia na VenezuelaAvião russo no Aeroporto Internacional de Maíquetía, na Venezuela, entrega 2º lote de testes para a COVID-19 doados pela Rússia. A entrega foi realizada em 8 de abril de 2020.
Nicolás Maduro confirma 2ª onda da COVID-19 e culpa variante brasileira - Sputnik Brasil, 1920, 21.03.2021
Avião russo no Aeroporto Internacional de Maíquetía, na Venezuela, entrega 2º lote de testes para a COVID-19 doados pela Rússia. A entrega foi realizada em 8 de abril de 2020.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала