Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Neandertais de cerca de 46 mil anos atrás usavam 'palitos de dente', diz estudo (FOTOS)

© Foto / Journal of Human EvolutionDente de leite canino superior que pertenceu a uma criança neandertal, de 11 ou 12 anos, que viveu há 48 mil anos
Dente de leite canino superior que pertenceu a uma criança neandertal, de 11 ou 12 anos, que viveu há 48 mil anos - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2021
Nos siga no
"Parece que o dono do dente fazia higiene bucal", afirma cientista sobre dentes de neandertal de cerca de 46 mil anos, encontrados em caverna na Polônia. Traços deixados por palito de dente foram revelados em análises 2D e 3D.

Uma equipe internacional de cientistas encontrou vestígios deixados por um palito ao analisar dois dentes escavados nas camadas do Pleistoceno da Caverna de Stajnia, na Cracóvia. Este é o segundo exemplo conhecido de tais procedimentos higiênicos sendo praticados por neandertais na mesma caverna.

Os cientistas acreditam que os dentes, um dente siso (terceiro molar inferior) e um pré-molar superior, pertenciam a um indivíduo de mais de 30 anos e o outro a um homem ligeiramente mais jovem, na casa dos 20. Os resultados foram apresentados no Journal of Human Evolution.

"Não sabemos do que ele fez um palito, [pode ter sido] um pedaço de um galho, um pedaço de osso ou espinha de peixe. Tinha que ser um objeto cilíndrico bastante rígido, que o indivíduo usava com frequência suficiente para deixar um traço claro", disse a dra. Wioletta Nowaczewska do Departamento de Biologia Humana da Universidade de Wroclaw, que liderou o estudo.

No entanto, eles não encontraram alterações patológicas indicativas de distúrbios de crescimento do esmalte, hipoplasia ou cárie. Eles observaram que o dente do siso mostra sinais de desgaste severo, que podem estar relacionados à ingestão de alimentos duros.

Para determinar se o dente pertencia ao nosso ancestral imediato (Homo sapiens) ou a um parente fóssil (Homo neanderthalensis), os cientistas avaliaram a estrutura da coroa do dente, a espessura do esmalte, o contorno da superfície da dentina e o microtrauma da superfície da coroa.

© Foto / M.BinkowskiA estrutura da coroa e o microtrauma na superfície do dente de neandertal de cerca de 46 mil anos encontrado na Polônia
Neandertais de cerca de 46 mil anos atrás usavam 'palitos de dente', diz estudo (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2021
A estrutura da coroa e o microtrauma na superfície do dente de neandertal de cerca de 46 mil anos encontrado na Polônia
"O bom estado do pré-molar nos permitiu fazer análises 2D e 3D da espessura do esmalte, reconstrução digital, deslocamento virtual da capa do esmalte e avaliação da espessura do mesmo, que no neandertal é mais fino do que no Homo sapiens. Todas essas características juntas apontam para os neandertais", detalha a líder.

Os modelos de dentes virtuais foram preparados pelo dr. Marcin Binkowski da Universidade da Silésia, com o apoio técnico de Michał Walczak e Martyna Czaja, bem como do professor Stefano Benazzi e Antonino Vazzana, da Universidade de Bolonha (Itália).

© Foto / M.BinkowskiTraços deixados por palito de dente foram revelados em análises 2D e 3D de dente de neandertal de cerca de 46 mil anos encontrado em caverna na Polônia
Neandertais de cerca de 46 mil anos atrás usavam 'palitos de dente', diz estudo (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2021
Traços deixados por palito de dente foram revelados em análises 2D e 3D de dente de neandertal de cerca de 46 mil anos encontrado em caverna na Polônia

O estudo foi realizado por cientistas da Universidade de Wroclaw e da Universidade da Silésia, do Instituto de Sistemática e Evolução dos Animais da Academia Polonesa de Ciências, do Instituto Geológico Polonês, da Universidade de Bolonha, do Museu de História Natural de Londres e do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária, da Alemanha.

Os dentes foram inicialmente descobertos em 2010, junto a vários vestígios de fauna durante os trabalhos de escavação. Mas só recentemente foram analisados usando DNA mitocondrial para confirmar que os dentes pertenciam a neandertais.

Restos de osso de neandertais são achados raros na Europa Central e Oriental. As descobertas oficialmente confirmadas são poucas e de tamanho considerado pequeno: quatro dentes. Três deles também foram descobertos na caverna Stajnia, um na caverna Ciemna, ambas também na Polônia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала