Incomum e avançado: caça Su-47 russo é destacado por revista norte-americana

© Sputnik / PashkovskyCaça Su-47 Berkut (foto de arquivo)
Caça Su-47 Berkut (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2021
Nos siga noTelegram
Embora o caça não tenha sido operado pela Força Aeroespacial da Rússia, ele contribuiu para testar tecnologias avançadas, como materiais compósitos e sistema de controle fly-by-wire, detalha a revista Military Watch.

De acordo com a revista norte-americana, o único protótipo do Su-47 foi construído e viu seu primeiro voo em setembro de 1997. Esta aeronave serviu para testar um grande número de tecnologias avançadas que posteriormente foram utilizadas pelos caças Su-35 e Su-57.

Suas asas em flecha o tornaram uma aeronave incomum e diferente de qualquer outro caça de quinta geração, fazendo com que fosse extremamente manobrável, com uma taxa de rotação quase incomparável.

Imagens recentemente publicadas do Su-47 indicam que o caça teria sido construído com uma fuselagem muito mais furtiva que era indicado pelo protótipo.

Além disso, a aeronave se destacava por maior relação entre sustentação e arrasto, estabilidade superior em ângulos de ataque elevados, velocidade mínima de voo mais baixa, bem como uma melhor resistência ao estol e características anti-parafuso.

O Su-47 utilizava os motores do MiG-31 e partes da fuselagem, caudas verticais e trem de pouso do Su-27. O projeto também incluía mísseis ar-ar de longo alcance e sistemas de radar modernos.

Apesar de suas qualidades, o projeto do caça foi interrompido devido a apresentar baixa velocidade, isso devido ao design de sua asa. A aeronave alcançava uma velocidade de Mach 1.6, comprometendo seu desempenho de voo. Além disso, o projeto foi cancelado devido ao colapso da União Soviética. Se ele não tivesse ocorrido, a aeronave entraria em produção na década de 2000.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала