Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Caças F-35 fazem os russos 'rirem' de nós, diz ex-chefe do Estado-Maior do Reino Unido

© AFP 2021 / Mark WilsonCaça norte-americano F-35B
Caça norte-americano F-35B - Sputnik Brasil, 1920, 15.03.2021
Nos siga no
Lord Richard Dannatt, ex-chefe do Estado-Maior do Reino Unido de 2006 a 2009, teme que Londres tenha dificuldades para apoiar os EUA em conflitos como os do Afeganistão e do Iraque.

O Ministério da Defesa do Reino Unido está falido por causa dos caças furtivos F-35B, que custam cerca de US$ 111 milhões (aproximadamente R$ 624 milhões) cada um, afirma Lord Richard Dannatt, ex-chefe do Estado-Maior britânico.

"Os russos riem de nós e os norte-americanos balançam a cabeça […]. O subfinanciamento do programa de equipamento do Exército significa que nossa capacidade de implantar uma divisão de guerra de combate é muito baixa ou inexistente", disse Dannatt ao tabloide The Mirror.

O militar reforça que o preço e os custos de operação do F-35B são uma preocupação real e constante e lembra que até as Forças Armadas dos EUA estão começando a procurar uma aeronave de combate mais barata. Segundo Dannatt, o alto custo dos caças afetaria o orçamento de Defesa do Reino Unido por décadas, o que prejudicaria o Exército britânico.

© AP Photo / Lefteris PitarakisCaça F-35 em apresentação no Reino Unido
Caças F-35 fazem os russos 'rirem' de nós, diz ex-chefe do Estado-Maior do Reino Unido - Sputnik Brasil, 1920, 15.03.2021
Caça F-35 em apresentação no Reino Unido
"Não há muito dinheiro nos programas de atualização do Challenger ou Warrior [de tanques], nossa artilharia de campanha tem um terço da capacidade de uma formação russa e não temos defesa aérea significativa contra drones de campo de batalha", alertou.

Na semana passada, foi revelado que o Reino Unido pretende focar na modernização da defesa e realizar cortes na comprar de caças F-35B. O governo britânico deverá cortar a compra de 90 unidades do caça norte-americano, contando apenas com 48 unidades.

Além disso, de acordo com fontes da Defesa, o Exército britânico deve ser reduzido para cerca de 72 mil soldados nos próximos dez anos.

Dannatt ressalta que esse corte no Exército representa um risco, principalmente em um momento em que os EUA querem um "aliado capaz de quem depender". O militar teme que o Reino Unido agora tenha dificuldades para apoiar os EUA em conflitos como os do Afeganistão e do Iraque.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала