Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

FOTOS revelam avião norte-americano P-8A com mísseis antinavio no Oriente Médio

© Sputnik / Igor MaslovBoeing P-8 Poseidon da Marinha dos EUA durante os exercícios militares dos países da OTAN Sea Breeze-2019
Boeing P-8 Poseidon da Marinha dos EUA durante os exercícios militares dos países da OTAN Sea Breeze-2019 - Sputnik Brasil, 1920, 10.03.2021
Nos siga no
O Serviço de Distribuição de Informações Visuais de Defesa (DVIDS, na sigla em inglês) publicou fotos da aeronave de reconhecimento P-8A Poseidon, da 5ª Frota dos EUA, armada com mísseis AGM-84D Harpoon.

As imagens divulgadas mostram militares realizando inspeções de pré-voo dos mísseis AGM-84D Harpoon, suspensos em um avião P-8A do Esquadrão de Patrulha 8, que operam com a 5ª Frota da Marinha dos EUA, abrangendo o golfo Pérsico, mar Vermelho, mar Arábico e regiões do oceano Índico.

De acordo com o portal Business Insider, a missão foi realizada nos dias 15 e 16 de janeiro de 2021, contudo, as fotos só agora foram divulgadas. A zona onde a missão ocorreu não foi revelada.

​Olhos no céu. Um avião de patrulha e reconhecimento P-8A Poseidon da Marinha dos EUA, pertencente ao Esquadrão de Patrulha 8, implantado com a Força-Tarefa CTF-57, decola de uma pista para missão de consciência situacional marítima na área de operações da 5ª Frota da Marinha dos EUA.

Apesar do sigilo, o portal sugere que a missão tenha ocorrido na base de Manama, no Bahrein, onde os aviões P-3 Orion e Poseidon, que apoiam a força-tarefa CTF-57, geralmente estão baseados.

A CTF-57 é a força-tarefa de patrulha marítima e reconhecimento da 5ª Frota dos EUA, do Comando Central das Forças Navais e das Forças Marítimas Combinadas.

As aeronaves da força-tarefa são responsáveis pelas missões de apoio às operações navais, garantindo a estabilidade, segurança e a liberdade de navegação na área de responsabilidade do Comando Central, indica o Business Insider.

O Harpoon foi o primeiro míssil antinavio destinado à Marinha dos EUA, introduzido em 1977 depois que o destróier israelense Eilat foi afundado em 1967 por um míssil Styx de fabricação soviética, disparado por egípcios.

Obviamente não é a primeira vez que um Poseidon é visto carregando este tipo de arma, embora seja a primeira vez que vemos este armamento em um P-8 implantado na área do golfo Pérsico.

O projétil é usado para atacar alvos marítimos em quaisquer condições climáticas e fora da vista da plataforma de lançamento, tendo um alcance de 220 quilômetros.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала