Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China realiza exercícios militares longe de seu território continental (FOTO)

© AP Photo / Wu Dengfeng / Agência de notícias XinhuaBase militar da China em Djibuti (imagem referencial)
Base militar da China em Djibuti (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 04.03.2021
Nos siga no
Tropas chinesas executam desembarque anfíbio em zona distante da porção continental de seu país em exercício envolvendo diversas unidades militares.

Os exercícios incluíram vários cenários de combate e foram executados, além da Marinha, por militares do Exército, Força Aérea, Força de Mísseis e Força de Apoio Estratégico do Exército de Libertação Popular da China.

As manobras foram designadas para explorar táticas em um ambiente de combate conjunto muito intenso em águas distantes do litoral, segundo reportou o Global Times mencionando o canal Televisão Central da China (CCTV, na sigla em inglês).

© Foto / © Screenshot: Weibo da Marinha do Exército de Libertação Popular da ChinaMilitares chineses realizando desembarque anfíbio durante exercício
China realiza exercícios militares longe de seu território continental (FOTO) - Sputnik Brasil, 1920, 04.03.2021
Militares chineses realizando desembarque anfíbio durante exercício

Entre as embarcações envolvidas estiveram dois dos navios de transporte anfíbio da classe Type 071. Das embarcações saíram em direção a terra veículos anfíbios de colchão de ar Type 726.

Ainda no mar, o destróier de mísseis Type 052D Yinchuan, a fragata Type 054A Hengyang e o navio de vigilância eletrônica Tianshuxing, além de um navio de reabastecimento, participam das manobras. O local do exercício é mantido em segredo.

Tanques Type 96 também foram transportados para terra acompanhados de tropas, ao passo que no ar caças Su-30 e bombardeiros H-6K garantiram cobertura aérea à flotilha e às forças anfíbias.

Nos exercícios, que deverão decorrer ao longo de vários dias, os militares também realizarão disparos de artilharia, táticas de defesa antiaérea e antimíssil, decolagem e aterrissagem de helicóptero durante a noite, além de assalto conjunto via mar e ar.

A China também lançou a atividade para que seus soldados pudessem simular um combate em uma região pouco conhecida, além de poderem defender sua soberania, segurança e interesses nacionais.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала