Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

A Turquia parou de insultar a França, diz chanceler francês

© AP Photo / Lefteris PitarakisEm Istambul, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan (à esquerda) e o presidente francês Emmanuel Macron (à direita), participam de uma coletiva de imprensa após conferência sobre a Síria, em 27 de outubro de 2018
Em Istambul, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan (à esquerda) e o presidente francês Emmanuel Macron (à direita), participam de uma coletiva de imprensa após conferência sobre a Síria, em 27 de outubro de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2021
Nos siga no
A Turquia parou de insultar a França e a União Europeia, mas os laços entre os dois países permanecem frágeis, segundo o que disse nesta quarta-feira (3) o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian.

Ancara alfinetou Paris diversas vezes a respeito da política da França sobre a Síria, a Líbia e outras regiões. Em tentativa de amenizar a situação, membros da OTAN disseram em fevereiro que estavam trabalhando em um roteiro para normalizar as relações.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, falou com seu homólogo francês Emmanuel Macron nesta terça-feira (2) como parte destes esforços. Foi a primeira conversa entre os líderes desde setembro.

"Não há mais insultos e a linguagem é mais tranquilizadora", disse Jean-Yves Le Drian em uma audiência parlamentar.
© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensPresidente francês Emmanuel Macron durante reunião com o presidente russo, Vladimir Putin, em 19 de agosto de 2019.
A Turquia parou de insultar a França, diz chanceler francês - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2021
Presidente francês Emmanuel Macron durante reunião com o presidente russo, Vladimir Putin, em 19 de agosto de 2019.

Uma fonte diplomática francesa disse à Reuters, no entanto, que os dois líderes tiveram uma troca "franca" de pontos de vista.

Erdogan criticou publicamente Macron por um projeto de lei que visa combater o que ele chama de "separatismo" islâmico. Segundo a fonte, o presidente turco repetiu isso a Macron durante a ligação. Em resposta, o presidente da França explicou sua visão do projeto e disse que não está atacando a religião islâmica.

A fonte disse que a conversa abordou também outras questões, incluindo a cooperação contra o terrorismo. Em um comunicado nesta terça-feira (2) após a conversa entre ambos, a presidência turca informou que Erdogan disse a Macron que a cooperação entre os dois países tem "um potencial muito sério".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала