Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia registra 24 violações do cessar-fogo na Síria em 24h

© Sputnik / Sertac Kayar Veículos blindados da Rússia e Turquia na fronteira turco-síria
Veículos blindados da Rússia e Turquia na fronteira turco-síria - Sputnik Brasil, 1920, 27.02.2021
Nos siga no
Representantes da Rússia na comissão russo-turca que monitora a implementação da trégua na Síria registraram 24 violações de cessar-fogo nas últimas 24 horas, disse o Ministério da Defesa russo.

A atualização sobre violações do cessar-fogo na Síria foi publicada neste sábado (27) pelo Ministério da Defesa da Rússia em boletim diário.

"Na zona de desescalada de Idlib, foram registrados 24 ataques a partir das posições do grupo terrorista 'Jabhat al-Nusra' [grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países]", publicou o ministério, acrescentando que as violações relatadas pela parte turca não foram confirmadas pelo lado russo.

O Centro Russo de Reconciliação para a Síria pediu ainda que os grupos armados ilegais "abandonem as provocações" e assumam uma postura pacífica nas áreas que controlam.

Em outro boletim, o governo russo informou que 68 refugiados sírios, incluindo 20 mulheres e 35 crianças, retornaram do Líbano através dos postos de controle Jaydet-Yabus e Tell-Kalah.

© Sputnik / Abrir o banco de imagensRússia e Turquia conduzem patrulhamento conjunto na rodovia M4, na Síria (foto de arquivo)
Rússia registra 24 violações do cessar-fogo na Síria em 24h - Sputnik Brasil, 1920, 27.02.2021
Rússia e Turquia conduzem patrulhamento conjunto na rodovia M4, na Síria (foto de arquivo)

Tropas de engenharia das Forças Armadas sírias retiraram minas terrestres de uma área de cerca de 2,5 hectares de território nas províncias de Damasco e Daraa no último dia, acrescentou o ministério. As tropas descobriram e desativaram 21 dispositivos explosivos.

O regime de cessar-fogo na chamada zona de desescalada na região síria de Idlib foi estabelecido em acordo entre a Rússia e a Turquia ainda em março de 2020, após uma reunião entre o presidente russo Vladimir Putin e o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. Desde então, tropas de ambos os países realizam patrulhas na região.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала