Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Parlamento venezuelano pede que representante da UE seja declarada persona non grata

© REUTERS / Fausto TorrealbaJorge Rodríguez, presidente da Assembleia Nacional da Venezuela
Jorge Rodríguez, presidente da Assembleia Nacional da Venezuela  - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Nos siga no
A Assembleia Nacional da Venezuela pediu ao governo que declarasse a representante da UE em Caracas, Isabel Brilhante Pedrosa, persona non grata, após as recentes sanções contra funcionários do país.
"Levanto as duas mãos para pedir que a representante da União Europeia seja declarada persona non grata, levanto as minhas duas mãos para pedir que sejam revistas as condições em que existe um escritório da União Europeia aqui na Venezuela", disse nesta terça-feira (23) o presidente do Parlamento (unicameral, com maioria oficial), Jorge Rodríguez, durante a sessão ordinária.

O Parlamento venezuelano aprovou por unanimidade um acordo, no qual também solicitou ao presidente Nicolás Maduro a revisão dos mecanismos diplomáticos pendentes de finalização para a expulsão da funcionária da UE do país.

A UE sancionou 19 autoridades venezuelanas na segunda-feira (22), alegando que as eleições parlamentares de 6 de dezembro careceram dos padrões necessários.

​A Assembleia Nacional exigiu que a UE retificasse sua política "arbitrária" e "intervencionista" contra a Venezuela.

Rodríguez lembrou que Josep Borrell, alto representante para a Política Externa da UE, estava ciente de todas as garantias eleitorais que foram dadas para as eleições parlamentares.

Entre os sancionados encontram-se deputados, magistrados, representantes do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) e funcionários do governo de Nicolás Maduro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала