Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de fevereiro

© REUTERS / Carlos BarriaDonald Trump, então presidente dos EUA, fala à mídia em Washington, EUA, 12 de janeiro de 2021
Donald Trump, então presidente dos EUA, fala à mídia em Washington, EUA, 12 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Nos siga no
Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha os destaques desta terça-feira (23), marcada pelo tombo histórico da Petrobras, pelas críticas de Trump à Suprema Corte dos EUA e acordo entre Facebook e governo australiano.

Procuradoria do DF abre inquérito contra Pazuello

Nesta segunda-feira (22), a Procuradoria-Geral da República do Distrito Federal abriu inquérito para investigar a conduta do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, no combate à pandemia de COVID-19. O órgão deve avaliar se houve ilegalidade na compra de medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença, omissão na compra de vacinas e baixa execução orçamentária da pasta. A pandemia avança pelo país, levando Salvador a fechar praias, a Paraíba a impor toque de recolher e o Piauí a proibir aulas presenciais no estado. O país registrou mais 1.055 mortes e 30.231 casos de COVID-19, totalizando 247.276 óbitos e 10.197.531 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

© AP Photo / Silvia IzquierdoHomens carregam caixa com vacina contra a COVID-19 em Niterói (RJ), 22 de fevereiro de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de fevereiro  - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Homens carregam caixa com vacina contra a COVID-19 em Niterói (RJ), 22 de fevereiro de 2021

Após maior tombo da história, Conselho da Petrobras avalia a nomeação de Luna

Nesta terça-feira (23), o Conselho de Administração da Petrobras deve se reunir para avaliar a nomeação do general Joaquim Silva e Luna para a presidência da empresa. A nomeação, anunciada após o presidente Jair Bolsonaro criticar reajuste no preço dos combustíveis, gerou a maior queda de valor de mercado da Petrobras em toda a sua história. Desde sexta-feira (19), a empresa perdeu R$ 100 bilhões em valor de mercado, R$ 75 bilhões somente nessa segunda-feira (22). As ações da empresa despencaram 20%, levando a bolsa de valores brasileira a encerrar o pregão com forte queda. O juiz da 7ª Vara da Justiça Federal da 1ª Região, em Belo Horizonte, André Prado de Vasconcelos, pediu ao governo federal e a empresa que expliquem a nomeação do general para a presidência da estatal em até 72 horas.

© REUTERS / Sergio MoraesAtual presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, durante sua cerimônia de posse (foto de arquivo)
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de fevereiro  - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Atual presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, durante sua cerimônia de posse (foto de arquivo)

Trump critica Suprema Corte por não manter sigilo de sua declaração de impostos

Nesta segunda-feira (22), o ex-presidente dos EUA, Donald Trump, emitiu declaração na qual critica a Suprema Corte dos EUA por quebrar o sigilo sob suas declarações de impostos. "Isso nunca havia acontecido com um presidente", lamentou Trump, que se diz vítima de perseguição política. O pedido de quebra de sigilo foi feito por procuradores de Nova York, estado que seria "completamente controlado e dominado por um sabido inimigo meu, o governador Andrew Cuomo", escreve Trump. No mesmo dia, lideranças norte-americanas prestaram tributo aos mais de 500 mil mortos pela COVID-19 no país. O atual presidente, Joe Biden, pediu união "para lembrarmos esse dia e nos curarmos". "Vamos sair dessa, eu prometo", disse Biden.

© REUTERS / Jonathan ErnstPresidente dos EUA, Joe Biden, discursa na Casa Branca, Washington, EUA, 22 de fevereiro de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de fevereiro  - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Presidente dos EUA, Joe Biden, discursa na Casa Branca, Washington, EUA, 22 de fevereiro de 2021

Solução de 2 Estados é melhor para Israel, diz secretário de Estado dos EUA

Nesta segunda-feira (23), o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse ao seu homólogo israelense, Gabi Ashkenazi, que a administração Biden vai defender a solução de dois Estados para o conflito israelo-palestino. De acordo com o porta-voz do departamento, Ned Price, "a solução de dois Estados é a melhor maneira de Israel garantir o seu futuro como estado judeu e democrático, vivendo em paz ao lado de um estado palestino viável e democrático". Os EUA concordaram, no entanto, em evitar "medidas injustas e imparciais contra Israel na arena multilateral".

© REUTERS / Raneen SawaftaMulher se registra para participar das próximas eleições em territórios palestinos, na Cisjordânia ocupada, 16 de fevereiro de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de fevereiro  - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Mulher se registra para participar das próximas eleições em territórios palestinos, na Cisjordânia ocupada, 16 de fevereiro de 2021

Chanceler francês pede manutenção do diálogo com a Rússia

Nesta segunda-feira (22), o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, declarou que o diálogo com a Rússia deve ser mantido, apesar dos pedidos para imposição de novas sanções contra Moscou. "O ministro pede uma resposta firme e unificada por parte da União Europeia, considerando o apoio à sociedade civil e a necessidade de preservar canais de diálogo com a Rússia", disse Le Drian após reunião de chanceleres da União Europeia, em Bruxelas. Anteriormente, o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, havia anunciado que o bloco vai expandir sanções contra Moscou, em função da controvérsia envolvendo o político Aleksei Navalny.

© REUTERS / Johanna GeronAlto representante da União Europeia para Negócios Estrangeiros e Assuntos de Segurança, Josep Borrell, durante reunião em Bruxelas, Bélgica, 22 de fevereiro de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de fevereiro  - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2021
Alto representante da União Europeia para Negócios Estrangeiros e Assuntos de Segurança, Josep Borrell, durante reunião em Bruxelas, Bélgica, 22 de fevereiro de 2021

Facebook reativará páginas de veículos de mídia australianos

Nesta terça-feira (23), o governo australiano anunciou acordo com a empresa Facebook, que deve reativar as páginas de veículos de mídia locais nos próximos dias, informou o secretário do Tesouro Josh Frydenberg. Camberra teria cedido à gigante de tecnologia, propondo a inclusão de emendas ao projeto de lei que obriga o pagamento pelo uso de conteúdo produzido pela mídia local. "Como resultado dessas mudanças, poderemos [...] restaurar [o compartilhamento] de notícias no Facebook para os australianos", disse gerente local da empresa. Em protesto contra nova regulação australiana, o Facebook bloqueou páginas de veículos de mídia locais e proibiu usuários de compartilharem seu conteúdo. De acordo com o premiê australiano, Scott Morrison, o Facebook decidiu "desfazer a amizade" com a Austrália.  

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала