Rússia conclui testes de nova bomba inteligente Krasnopol-M2

Bomba Krasnopol-M2 - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2021
Nos siga noTelegram
A bomba guiada Krasnopol-M2 e as granadas de morteiro Gran concluíram os testes estatais em 2021, estando prontas para ser adotadas nas Forças Armadas da Rússia, segundo o consórcio Kalashnikov.

Uma das características a ser destacada da Krasnopol-M2 é sua capacidade de alcançar seu alvo com precisão no primeiro disparo.

A bomba pode ser utilizada tanto durante o dia como de noite, a partir de qualquer tipo de posição de disparo.

O novo projétil opera a temperaturas entre -40 e +60 graus Celsius. O alcance máximo é de 25 quilômetros, com uma massa de 54 kg.

De acordo com o especialista Aleksei Leonkov, o projétil conta com um gerador de gás com uma pequena quantidade de combustível sólido e um sistema de navegação inercial, que corrige a trajetória de voo conforme as coordenadas estabelecidas.

"Se o projétil se desviar, então, com a ajuda do controle de direção é possível ajustar o voo para que chegue com maior precisão ao ponto determinado", explicou à Sputnik.

O projétil Krasnopol-M2 foi projetado para ser utilizado com sistemas de artilharia de grande calibre como os canhões autopropulsados Koalitsia-SV, Msta-S e Msta-B, detalhou Leonkov.

"A Krasnopol-M2 pertence à classe de munições que corrigem e ajustam a sua trajetória com base em um raio laser refletido. Para a sua utilização eficaz é necessário um drone ou um kit de reconhecimento, que inclui um telémetro laser, para iluminar o alvo inimigo com um feixe codificado, passando a codificação do alvo à munição.

© Foto / Vitaly V. KuzminBomba Krasnopol-M2 para sistema de artilharia de 155 milímetros e KM-8 Gran para morteiros de calibre 120 milímetros
Rússia conclui testes de nova bomba inteligente Krasnopol-M2 - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2021
Bomba Krasnopol-M2 para sistema de artilharia de 155 milímetros e KM-8 Gran para morteiros de calibre 120 milímetros

Em 2018, o Ministério da Defesa da Rússia anunciou que esta arma foi usada durante uma operação de eliminação de um grupo de terroristas que havia atacado a base da Força Aeroespacial russa na Síria.

Como parte da operação, o projétil Krasnopol destruiu um local de manutenção e armazenamento de drones de ataque utilizados por terroristas na província de Idlib.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала