Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

AIEA reporta ter encontrado vestígios de urânio em locais não declarados por Teerã

© AP Photo / ISNA, Hamid ForoutanUma usina nuclear de água pesada na cidade de Arak, Irã (Foto de arquivo)
Uma usina nuclear de água pesada na cidade de Arak, Irã (Foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2021
Nos siga no
A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) encontrou partículas de urânio em dois locais não declarados, após meses de obstrução ao acesso de inspetores, segundo mídia.

Trabalhando em conjunto com a ONU, os inspetores da AIEA afirmam que o achado poderá colocar em risco os esforços para a reativação do acordo nuclear por parte dos EUA, informa o jornal Israel Hayom.

Embora se acredite que os locais onde o material foi encontrado estejam inativos há quase duas décadas, a sua existência seria prova suficiente para os opositores do acordo nuclear com o Irã mostrarem que a República Islâmica não estaria agindo de boa fé.

O maior opositor à reativação do acordo é Israel, cujo primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, já afirmou que "Israel permanece empenhado em impedir que o Irã obtenha armas nucleares e sua posição relativamente ao acordo nuclear não mudou. […] Israel acredita que o regresso ao velho acordo abrirá o caminho para a obtenção pelo Irã de um arsenal nuclear", citado pela mídia israelense.
© AP Photo / Vahid SalemiTécnicos iranianos trabalham em uma instalação de produção de combustível de urânio para um reator nuclear (foto de arquivo)
AIEA reporta ter encontrado vestígios de urânio em locais não declarados por Teerã - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2021
Técnicos iranianos trabalham em uma instalação de produção de combustível de urânio para um reator nuclear (foto de arquivo)
O embaixador iraniano na AIAE, Kazem Gharibabadi, se recusou a comentar o sucedido. No entanto, um oficial sênior do Irã declarou que "não temos nada a esconder. Foi por essa razão que permitimos que os inspetores visitassem esses locais", citado no texto.

O Irã estabeleceu um prazo até a próxima semana para que Biden cancele as sanções reimpostas por Trump, ou suspenderá as inspeções da AIEA ao abrigo do acordo. O anterior presidente norte-americano retirou unilateralmente o seu país do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) em 2018. Na próxima semana, a AIEA deverá divulgar o seu relatório sobre a inspeção às atividades nucleares iranianas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала