Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia registra 3ª vacina contra coronavírus

© Sputnik / Vladimir Pesnya Enfermeira manipula vacina russa Sputnik V contra COVID-19 durante testes com voluntários em Moscou, Rússia, 9 de setembro de 2020
Enfermeira manipula vacina russa Sputnik V contra COVID-19 durante testes com voluntários em Moscou, Rússia, 9 de setembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 20.02.2021
Nos siga no
O Ministério da Saúde russo registrou a terceira vacina contra COVID-19, CoviVac, criada pelo Centro Federal de Pesquisas e Desenvolvimento de Tratamentos Imunobiológicos M.P. Chumakov, anunciou o primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin.

De acordo com suas palavras, as primeiras 120 mil de doses da vacina entrarão em circulação civil em meados de março. O desenvolvedor também planeja entrar nos mercados internacionais.

A vacina CoviVac não é apenas o terceiro imunizante contra o SARS-CoV-2 após a Sputnik V e a EpiVacCorona, mas também é de um terceiro tipo. O medicamento foi desenvolvido na base do coronavírus inteiro inativado, ou "morto". Com a inoculação, o organismo humano reconhece a composição antigênica do vírus, memoriza esta e no futuro deverá estar preparado para todas suas manifestações.

Segundo o diretor do Centro Chumakov e membro-correspondente da Academia de Ciências da Rússia, Aidar Ishmukhametov, a CoviVac também terá eficácia contra mutações do vírus, uma vez que se utilizou o vírus completo e não fragmentos do genoma.

© SputnikVacina russa CoviVac contra COVID-19
Rússia registra 3ª vacina contra coronavírus - Sputnik Brasil, 1920, 20.02.2021
Vacina russa CoviVac contra COVID-19

Os testes clínicos começaram no início de outubro passado e por enquanto não foram observadas reações adversas. Em breve terminará a segunda fase, depois planeja-se realizar testes com participação de 3.000 voluntários.

Neste momento, na Rússia é possível receber a vacina Sputnik V desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em conjunto com o Fundo Russo de Investimentos Diretos. Este tratamento virou a primeira vacina contra COVID-19 registrada do mundo.

Além do mais, em outubro passado o Ministério da Saúde russo registrou mais uma vacina, designada EpiVacCorona e criada pelo Centro Estatal de Pesquisa de Virologia e Biotecnologia Vektor.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала