Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia diz que tomará medidas necessárias caso a OTAN desenvolva uma nova estratégia

© AP Photo / Dmitry LovetskyVista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia
Vista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2021
Nos siga no
O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Aleksandr Grushko, declarou nesta quinta-feira (18) que a OTAN demoniza a Federação da Rússia e se utiliza do mito da ameaça russa para reagrupar suas tropas.

De acordo com o vice-chanceler, a Rússia tomará todas as medidas necessárias para garantir seus interesses, caso a OTAN desenvolva e adote uma nova estratégia.

No final do primeiro dia da videoconferência dos chefes dos ministério da Defesa da OTAN, o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg, disse que o conceito estratégico da OTAN, estabelecido em 2010, precisa de ser atualizado, pois a situação no mundo mudou, não levando em conta a ascensão da China e a deterioração das relações com a Rússia.

"Nada inesperado aconteceu. Quanto à Rússia, a Aliança está tentando demonizar a Rússia como antes, para usar o fator da mítica ameaça russa para reagrupar suas tropas", disse Grushko.

"Tomaremos todas as medidas adicionais necessárias para garantir nossos legítimos interesses de defesa e segurança", acrescentou.

​A diplomacia chinesa também reagiu ao comunicado de Stoltenberg, afirmando que os planos da OTAN "refletem um pensamento antiquado da Guerra Fria". O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, exortou a OTAN a adotar uma abordagem objetiva para o desenvolvimento das relações com a China.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала