Irã 'está brincando com fogo' e coloca em risco volta dos EUA ao acordo nuclear, alerta Alemanha

© AP Photo / Vahid SalemiTécnicos iranianos trabalham em uma instalação de produção de combustível de urânio para um reator nuclear (foto de arquivo)
Técnicos iranianos trabalham em uma instalação de produção de combustível de urânio para um reator nuclear (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2021
Nos siga noTelegram
O aviso do chanceler alemão ocorre dias após Teerã notificar a AIEA que limitará suas inspeções às instalações nucleares iranianas.

As últimas medidas tomadas pelo Irã colocam em risco o retorno dos EUA ao Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), alerta o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas.

"Quanto mais pressão é aplicada, mais difícil se torna encontrar uma solução política […]. [As negociações] estão sendo significativamente complicadas no momento porque o Irã obviamente não busca a redução, mas a intensificação, e isso é brincar com o fogo", afirmou Maas nesta quinta-feira (18), citado pela agência Reuters.

O aviso do chanceler alemão ocorre dias após Teerã reafirmar sua intenção de limitar a implementação do Protocolo Adicional sobre as inspeções de profissionais da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) em suas instalações nucleares a partir de 23 de fevereiro se os países europeus não resolverem a questão das sanções econômicas dos EUA.

© REUTERS / Stefanie LoosMinistro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas
Irã 'está brincando com fogo' e coloca em risco volta dos EUA ao acordo nuclear, alerta Alemanha - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2021
Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas
Washington, por sua vez, pediu a Teerã que reconsiderasse sua decisão. "O Irã deve reverter essas medidas e se abster de tomar outras que possam impactar as garantias da AIEA, nas quais [...] o mundo inteiro depende", disse o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price.

Autoridades iranianas expressaram esperança sobre a promessa de campanha eleitoral do democrata Joe Biden de levar os EUA de volta ao acordo nuclear com o Irã. Conhecido como JCPOA, o acordo foi alcançado em 2015 após anos de intensas negociações entre Irã, EUA, Rússia, China, Reino Unido, França, Alemanha e União Europeia, e prometia alívio das sanções a Teerã em troca de restrições ao seu programa nuclear.

O ex-presidente norte-americano Donald Trump retirou Washington do acordo em maio de 2018 e restaurou diversas sanções contra Teerã, especialmente as bancárias e de energia. Dessa forma, Teerã começou a se retirar de seus compromissos no acordo nuclear.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала