Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Criadores da Sputnik V lançam tecnologia de elaboração rápida de vacinas contra cepas da COVID-19

© Sputnik / RFPI e Centro Gamaleya / Abrir o banco de imagensDesenvolvimento de vacina russa contra o coronavírus no Centro Gamaleya
Desenvolvimento de vacina russa contra o coronavírus no Centro Gamaleya - Sputnik Brasil, 1920, 12.02.2021
Nos siga no
O Instituto Gamaleya da Rússia anunciou a criação de uma tecnologia para a elaboração mais rápida de vacinas contra as diferentes cepas da COVID-19.

Veio à tona nesta sexta-feira (12) que o Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya foi capaz de criar uma tecnologia para desenvolvimento mais rápido de vacinas contra as variantes do SARS-CoV-2.

"Nosso instituto desenvolveu uma tecnologia que permite de forma muito rápida e eficiente a criação de vacinas que incluem antígenos não apenas para uma variante do coronavírus. Mas para dois ou três, quatro ou cinco variantes", afirmou Aleksandr Gintsburg, diretor do Instituto Gamaleya ao canal Rossiya 24.

© Sputnik / Fundo de Investimento Direto da Rússia e Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya / Abrir o banco de imagensFuncionária do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya russo em laboratório
Criadores da Sputnik V lançam tecnologia de elaboração rápida de vacinas contra cepas da COVID-19 - Sputnik Brasil, 1920, 12.02.2021
Funcionária do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya russo em laboratório
Segundo estudos recentes, especialistas perceberam que as vacinas atualmente disponíveis têm baixa eficácia contra as variantes da doença surgidas na África do Sul, Brasil e Reino Unido. A vacina de Oxford por exemplo, provou 10% de eficácia com a variante da África do Sul.

Os pesquisadores do Instituto Gamaleya afirmam que o sucesso da Sputnik V, já aprovada para uso em 27 países, é devido a décadas de pesquisa e desenvolvimento anteriores à pandemia. Se antes algumas nações demonstraram desconfiança a respeito da vacina russa, hoje o instituto passa a ser uma esperança no lançamento de novos métodos de produção de imunizantes.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала