Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Alesp aprova denúncia contra deputado acusado de apalpar colega em plenário

© Folhapress / Rogério Marques/Futura PressFernando Cury, deputado estadual de São Paulo
Fernando Cury, deputado estadual de São Paulo - Sputnik Brasil, 1920, 10.02.2021
Nos siga no
O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Alesp aprovou nesta quarta-feira (10), por dez votos a zero, denúncia de quebra de decoro parlamentar contra o deputado Fernando Cury (Cidadania).

Em 16 de dezembro de 2020, o deputado foi flagrado em um vídeo apalpando a parlamentar Isa Penna (PSOL), na altura dos seios, dentro da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, durante votação do orçamento. 

Cury nega o assédio e disse, por meio de sua defesa, que o ato foi um "rápido e superficial abraço". De acordo com o advogado do parlamentar, ele "jamais teve uma única queixa de desrespeito às mulheres, mas sim elogios". 

Nas imagens, é possível ver o deputado se aproximando de Isa Penna por trás, enquanto ela conversava com membros da Mesa Diretora, e passando a mão em seu corpo. A parlamentar demonstra desconforto com a situação.

Outros processos

Após o episódio, a deputada denunciou Cury ao Conselho de Ética. Além disso, o parlamentar enfrenta um processo interno dentro de seu partido, o Cidadania, que pode levá-lo à expulsão da legenda. Além disso, há um processo contra ele no Ministério Público de São Paulo.

Por meio do Twitter, Isa Penna comemorou a decisão do Conselho de Ética, mas disse que a "cassação" de Cury não estava garantida e, por isso, "não podemos baixar a guarda". 

​A presidente do Conselho de Ética, Maria Lúcia Amary (PSDB), designou o deputado Emídio de Souza (PT) como relator do caso. Ele terá até 15 dias para apresentar seu parecer. Depois, o colegiado poderá absolver, advertir, suspender ou até cassar Cury. 

Para isso, é preciso que o relatório seja aprovado por cinco membros do conselho. Caso a penalidade mais grave seja aprovada, o caso segue para votação no plenário. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала