Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Biden diz que EUA enfrentarão 'autoritarismo' de China e Rússia

© REUTERS / Jonathan ErnstJoe Biden, presidente dos EUA, fala durante evento na Casa Branca em Washington, EUA, 22 de janeiro de 2021
Joe Biden, presidente dos EUA, fala durante evento na Casa Branca em Washington, EUA, 22 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 04.02.2021
Nos siga no
O presidente dos EUA, Joe Biden, em vista ao Departamento de Estado nesta quinta-feira (4), apresentou os principais pontos da política externa norte-americana da nova administração.

Biden afirmou que os Estados Unidos lutarão contra as aspirações da Rússia e da China à confrontação com Washington.

"A liderança americana deve responder a este novo momento de avanço do autoritarismo, incluindo a crescente ambição da China de competir com os Estados Unidos e a determinação da Rússia em prejudicar e minar nossa democracia", disse ele em seu discurso de política externa no Departamento de Estado.

O presidente norte-americano disse também que sua administração não hesitará em aumentar os custos das atividades da Rússia e defenderá os interesses vitais dos EUA. 

​"Eu deixei claro para o presidente Putin, ao contrário do meu antecessor, que os dias em que os EUA se rendiam diante das ações agressivas da Rússia - interferência em nossas eleições, ataques cibernéticos, envenenamento de seus cidadãos - acabaram. Não hesitaremos em fazer a Rússia pagar e defender os interesses vitais de nosso povo", acrescentou Biden.

Recentemente, a administração de Biden fez várias acusações contra a Rússia em uma série de questões, incluindo a suposta interferência nas eleições dos EUA, que Moscou refutou repetidamente, classificando as acusações como "infundadas".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала