Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Reino Unido tem de escolher entre Estados Unidos e União Europeia, diz Macron a The Guardian

© REUTERS / Gonzalo FuentesEmmanuel Macron, presidente da França, usando máscara facial, após reunião no Palácio do Eliseu em Paris, França, 27 de janeiro de 2021
Emmanuel Macron, presidente da França, usando máscara facial, após reunião no Palácio do Eliseu em Paris, França, 27 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente da França declarou que Londres "tem que escolher um modelo entre ser "o melhor aliado dos EUA" e "o melhor aliado da UE".

Emmanuel Macron, presidente da França, em uma entrevista ao jornal The Guardian no sábado (30), instou o Reino Unido a fazer uma escolha clara entre seus aliados.

"Que política a Grã-Bretanha deseja escolher? Não pode ser o melhor aliado dos EUA, o melhor aliado da UE e da nova Singapura [...] Tem que escolher um modelo", disse Macron.

O líder francês insistiu que "meio grávida não é um conceito", acrescentando que vê um destino comum entre a França e o Reino Unido.

"Não me cabe a mim decidir, mas gostaria de ter relações boas e pacíficas. Nossos destinos estão ligados, nossa abordagem intelectual está ligada, nossos pesquisadores e industriais trabalham juntos [...] acredito em um continente soberano e em Estados-nação; não acredito no neonacionalismo", afirmou, acrescentando que "não acho que o povo britânico tenha um destino diferente do nosso".

O presidente da França acredita que o Brexit foi um erro.

"Eu respeito a soberania do povo, e o povo votou, por isso tinha que ser feito, mas acho que o voto se baseou em muitas mentiras, e agora vemos que tornou as coisas muito mais difíceis de muitas maneiras", disse Macron.

O Reino Unido deixou a União Europeia em 31 de janeiro de 2020, a que se seguiu um período de transição de 11 meses que deu tanto a Londres quanto a Bruxelas tempo para concluir uma série de acordos, incluindo um amplo acordo de livre comércio.

As duas partes chegaram a um acordo de parceria em 24 de dezembro de 2020, evitando por pouco a perspectiva de um Brexit sem acordo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала