Embaixador russo refuta acusações de uso de armas químicas por Moscou

O embaixador da Rússia nos EUA e ex-vice-ministro da Defesa da Rússia Anatoly Antonov, durante briefing em Moscou (foto de arquivo)
O embaixador da Rússia nos EUA e ex-vice-ministro da Defesa da Rússia Anatoly Antonov, durante briefing em Moscou (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, descreveu como especulações sem fundamentos as alegações de Washington de que a Rússia faria uso de armas químicas para cometer assassinatos.

Na última quarta-feira (27), o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, disse em conversa com jornalistas que o seu departamento estava revendo ações supostamente realizadas pelo governo russo, incluindo o uso de produtos químicos para envenenar o opositor Aleksei Navalny, acusação negada por Moscou.

"Percebemos apenas mais uma especulação do Departamento de Estado. Não é a primeira vez que vemos acusações tão infundadas contra nosso país, sem provas concretas. Solicitamos repetidamente essas informações aos nossos parceiros estrangeiros e propomos estabelecer um diálogo profissional para descobrir a verdade. No entanto, nossos apelos continuam sem resposta", disse Antonov nesta quinta-feira (28). 

​De acordo com o embaixador, ao contrário dos EUA, a Rússia já eliminou todo o seu arsenal químico, conforme atestado oficialmente pela Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ).

"Ao mesmo tempo, os EUA continuam sendo o único Estado parte da CAQ [Convenção de Armas Químicas] que ainda não cumpriu suas obrigações de destruir seus estoques de armas químicas. Apelamos a Washington para finalizar sua desmilitarização química e parar de espalhar insinuações infundadas sobre nosso país."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала