'Não houve qualquer decisão' sobre retirada das tropas dos EUA do Afeganistão, diz Pentágono

© AP Photo / Rahmat GulSoldados dos Estados Unidos na província de Logar, no Afeganistão
Soldados dos Estados Unidos na província de Logar, no Afeganistão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos informaram nesta quinta-feira (28) que ainda não definiram sobre a retirada ou a permanência das tropas norte-americanas no Afeganistão.

O Pentágono segue em tratativas com o Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), mas não está satisfeito com o fracasso do grupo em cumprir seus compromissos.

"Não houve qualquer decisão agora sobre como será a presença das forças [no Afeganistão] daqui para frente", disse a repórteres o secretário de Imprensa do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby, nesta quinta-feira (28).

O acordo dos EUA com o Talibã estabelece que o grupo deve deixar de lado o terrorismo, reduzir a violência e se envolver em negociações com Cabul. Por outro lado, os EUA vão retirar suas tropas do país caso o Talibã não permita que o Afeganistão se torne um refúgio terrorista.

Kirby destacou que o prazo final para o cumprimento do acordo pelas duas partes é no início de maio. O secretário de Imprensa do Departamento de Defesa dos EUA ressaltou que, sem que o Talibã cumpra seus compromissos, é difícil prever qual será a decisão sobre a permanência ou a retirada das tropas.

"Mas ainda estamos comprometidos com isso [o acordo], não há dúvida sobre isso", disse Kirby.

O Departamento de Estado disse no início desta quinta-feira (28) que o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, conversou por telefone com o presidente afegão Ashraf Ghani e o informou que os Estados Unidos estão revisando o acordo com o Talibã.

© AP Photo / Allauddin KhanCombatentes do Talibã (foto de arquivo)
'Não houve qualquer decisão' sobre retirada das tropas dos EUA do Afeganistão, diz Pentágono - Sputnik Brasil
Combatentes do Talibã (foto de arquivo)

Em novembro de 2020, o Pentágono anunciou a redução de forças militares norte-americanas no Afeganistão de 4.500 a 2.500 soldados até meados de janeiro. Com a saída dos EUA, a Índia quer fornecer ajuda militar ao Afeganistão na luta contra o terrorismo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала