MRE russo entrega nota à embaixada dos EUA por 'fake news', avisando ter direito a retaliar

© Sputnik / Yevgenia Novozhenina / Abrir o banco de imagensPrédio da Embaixada dos EUA em Moscou
Prédio da Embaixada dos EUA em Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um representante da Embaixada dos EUA na Rússia recebeu um aviso relacionado ao compartilhamento de desinformação sobre protestos não autorizados no território russo, segundo a chancelaria russa.

O diplomata norte-americano foi convocado ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia para ser notificado pela propagação de "fake news".

"Nós notamos o compartilhamento em grande escala de 'fake news' sobre a Rússia pelas plataformas digitais norte-americanas, que sistematicamente replicam conteúdo provocativo, e cuja distribuição do mesmo é, por sua vez, coordenada pela Embaixada dos EUA em Moscou", conforme o comunicado. "O representante [da embaixada americana], convocado para o Ministério das Relações Exteriores [russo] em 27 de janeiro deste ano, recebeu uma nota de protesto avisando que o lado russo tem o direito a retaliar."

Na semana passada, a Embaixada dos EUA na Rússia publicou um alerta sobre os protestos não autorizados ocorridos por todo o país em suporte ao oposicionista Aleksei Navalny.

© REUTERS / Evgenia NovozheninaPanorama de manifestação de apoio ao oposicionista Aleksei Navalny em Moscou, Rússia, 23 de janeiro de 2021
MRE russo entrega nota à embaixada dos EUA por 'fake news', avisando ter direito a retaliar - Sputnik Brasil
Panorama de manifestação de apoio ao oposicionista Aleksei Navalny em Moscou, Rússia, 23 de janeiro de 2021

A embaixada mencionou as rotas pelas quais os protestos estavam previstos a acontecer, e aconselhou fortemente os cidadãos americanos residentes em território russo a evitá-las. A embaixada americana informou que, em Moscou, "os manifestantes planejam chegar perto da Praça Pushkin aproximadamente às 14h00 [08h00, no horário de Brasília do dia 23 de janeiro] e marchar em direção ao Kremlin".

Para o Ministério das Relações Exteriores russo, tais publicações são consideradas interferência estrangeira inapropriada na política interna russa, pelo que haverá uma resposta à altura.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала