Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Drone russo comprovado em combate: Forbes elogia capacidades do versátil Orlan-10E

© Sputnik / Aleksei MalgavkoEngenheira de uma unidade feminina de controle de drones da brigada de reconhecimento da Frota do Mar Negro lançando o veículo aéreo não-tripulado Orlan-10 durante um treinamento
Engenheira de uma unidade feminina de controle de drones da brigada de reconhecimento da Frota do Mar Negro lançando o veículo aéreo não-tripulado Orlan-10 durante um treinamento - Sputnik Brasil
Nos siga no
Recentemente Rússia e Mianmar assinaram um acordo no âmbito do qual Moscou fornecerá sistemas de mísseis antiaéreos Pantsir-1S, sistemas de radar e drones Orlan-10E.

A edição Forbes e analistas britânicos ficaram particularmente interessados em comentar a venda de drones.

Segundo Samuel Bendett, especialista em sistemas de defesa da Rússia e consultor do Centro para uma Nova Segurança Americana (CNAS) e do Centro de Análises Navais (CNA), "antes tudo indicava que os 'clientes estrangeiros estavam interessados'. Agora estamos vendo a Rússia vendendo seu 'cavalo de trabalho' provado em combate".

O artigo observa que Orlan-10 está em serviço desde 2010 e dificilmente se pode dizer que tenha tecnologias muito avançadas, no entanto, teve um bom desempenho em missões de combate.

A envergadura do drone é de três metros, seu peso máximo de decolagem é de aproximadamente 16 quilogramas, incluindo 4,5 de carga útil.

Orlan-10E tem uma autonomia de voo de 18 horas a uma velocidade de 110 km/h e pode ser controlado a uma distância de 140 km.

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensDrone Orlan-10
Drone russo comprovado em combate: Forbes elogia capacidades do versátil Orlan-10E - Sputnik Brasil
Drone Orlan-10

O compartimento modular do drone é projetado para uma variedade de aparelhos, que incluem câmeras diurnas e térmicas, bem como mapeamento tridimensional e detectores de alvos a laser.

De acordo com a notícia, fontes militares russas afirmam que o aparelho também consegue lançar bombas, embora nenhum destes ataques tenha sido relatado.

Orlan-10 foi amplamente utilizado na Síria e em outras zonas de conflito. Este é um dos poucos drones usados para ajustar o fogo de artilharia.

Especialista Samuel Bendett ressalta que a Rússia entra em um mercado altamente competitivo. Os EUA já têm muitos concorrentes, entre eles a China, Israel e a Turquia. Mas quando Mianmar receber drones russos, outros países podem seguir o exemplo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала