Novo aparelho é capaz de medir contagiosidade de novas cepas do coronavírus

© AP Photo / Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA, Laboratórios Rocky MountainVista microscópica do SARS-CoV-2
Vista microscópica do SARS-CoV-2 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cientistas da Universidade Queen's e da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) desenvolveram um aparelho para avaliar a contagiosidade de diferentes cepas do SARS-CoV-2.

Segundo o estudo, publicado no portal de pré-impressões bioRxiv, o biossensor avalia a interação entre a proteína de espícula do vírus e a enzima ECA2, através da qual o SARS-CoV-2 invade as células humanas.

Os especialistas anexaram um fragmento da proteína luciferase à espícula e à enzima. Interagindo com estas, a proteína começa a se iluminar.

Avaliando a intensidade da luz, os cientistas conseguiram definir quantas espículas se ligaram com a ECA2. O procedimento completo leva meia hora no máximo.
CC BY 2.0 / NIAID / Micrografia eletrônica digitalmente colorida de uma célula apoptótica (azul) infectada com partículas do vírus SARS-CoV-2 (vermelho)
Novo aparelho é capaz de medir contagiosidade de novas cepas do coronavírus - Sputnik Brasil
Micrografia eletrônica digitalmente colorida de uma célula apoptótica (azul) infectada com partículas do vírus SARS-CoV-2 (vermelho)

Segundo autores do artigo, o aparelho pode ser utilizado durante o desenvolvimento de medicamentos contra a COVID-19. Assim, se o medicamento for eficaz, o brilho característico não será observado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала