Presidente Trump concede perdão a 73 pessoas, incluindo ex-assessor Steve Bannon

© AP Photo / Evan VucciDonald Trump é observado por Stephen Bannon, 31 de janeiro de 2017
Donald Trump é observado por Stephen Bannon, 31 de janeiro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente Donald Trump, no último dia do poder, concedeu perdão a várias pessoas, entre as quais está seu ex-assessor Steve Bannon, informou a Casa Branca nesta quarta-feira (20).

"O presidente Trump concedeu perdão total a Stephen Bannon. Procuradores perseguiram o senhor Bannon com acusações relacionadas a fraudes, originadas de sue envolvimento em um projeto político. O senhor Bannon tem sido um líder importante do movimento conservador e é conhecido por sua perspicácia política", diz o comunicado publicado no site oficial da Casa Branca.

Tendo todos os quatro envolvidos assumido culpa, Bannon e mais três cúmplices são acusados de fraude em campanha virtual de doações para construção do muro na fronteira entre México e EUA. Supõe-se que centenas dos US$ 25 milhões (R$ 134 milhões) arrecadados para construção do muro tenham sido gastas para pagar despesas pessoais de Bannon e seus amigos.

© AP Photo / Evan VucciEx-estrategista-chefe da Casa Branca durante administração Trump, Steve Bannon (foto de arquivo)
Presidente Trump concede perdão a 73 pessoas, incluindo ex-assessor Steve Bannon - Sputnik Brasil
Ex-estrategista-chefe da Casa Branca durante administração Trump, Steve Bannon (foto de arquivo)

O ex-assesor de Trump negou a culpa, e a Justiça concordou que Bannon fosse liberado sob fiança de US$ 5 milhões (R$ 26,8 milhões).

Steve Bannon trabalhou como estrategista-chefe da Casa Branca de janeiro a agosto de 2017, sendo também um dos principais agentes durante a campanha eleitoral de Trump em 2016.

Adicionalmente, o presidente Trump comutou as sentenças de 70 indivíduos.

Anteriormente, Donald Trump já indultou seus ex-companheiros, condenados na sequência da investigação pelo diretor do FBI Robert Mueller, incluindo Michael Flynn, Roger Stone e Paul Manafort.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала