- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Morte de Zavascki não afetou Lava Jato, mas sim os próprios erros da operação, diz especialista

© Beto Barata/PRPesquisa aponta sabotagem na morte de Zavascki
Pesquisa aponta sabotagem na morte de Zavascki - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Há quatro anos o ministro do STF Teori Zavascki, responsável pelas ações da Operação Lata Jato, morreu em um acidente de avião. Atualmente, a operação vem sendo questionada e seus defensores afirmam que ela está sob ataque.

Com grande apelo político e midiático, inclusive com força eleitoral nos últimos pleitos, a Operação Lava Jato, que tinha como principal nome o ex-juiz Sergio Moro, mostra perda de força e prestígio nos últimos anos.

O cientista político e professor da FGV-SP, Claudio Couto, em entrevista à Sputnik Brasil, declarou que a operação Lava Jato perdeu força tanto jurídica, quanto politicamente, em primeiro lugar, pelos "seus próprios erros".

De acordo com ele, foi identificado o envolvimento dos membros da Lava Jato com a política, "foram revelados mais do que deslizes, crimes até, podemos dizer, cometidos pelos membros da Lava Jato com conluio entre o juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, assim como os demais membros do Ministério Público".

"Juízes e promotores têm que estar separados. O juiz é um árbitro, ele não pode ser aliado por uma parte em especial e menos ainda fazendo conluio com ela, que foi que ficou provado pelos vazamentos da Vaza Jato", afirmou.

Além disso, o especialista citou o fato de o ex-juiz Sergio Moro ter entrado para o governo Bolsonaro como um dos fatores que enfraqueceram a Lava Jato.

© Folhapress / Jorge AraújoSergio Moro e Deltan Dallagnol, procurador federal e coordenador da Lava Jato no MPF, participam do Fórum Mãos Limpas & Lava Jato (foto de arquivo)
Morte de Zavascki não afetou Lava Jato, mas sim os próprios erros da operação, diz especialista - Sputnik Brasil
Sergio Moro e Deltan Dallagnol, procurador federal e coordenador da Lava Jato no MPF, participam do Fórum Mãos Limpas & Lava Jato (foto de arquivo)

"Houve ações às vésperas da eleição de 2018 de modo a favorecer o candidato Bolsonaro na disputa com Fernando Haddad, quando, por exemplo, ele vazou a delação premiada do Antonio Palocci, uma delação que depois sequer foi considerada válida. É claro que aquilo era para influenciar a eleição. Acho que todas essas coisas vão produzindo um desgaste", argumentou.

O cientista político também citou a "própria passagem do tempo" como um dos fatores que ajudaram a enfraquecer a força-tarefa. "Não vai mais tendo muita coisa nova para ser revelada, e quando perde o efeito novidade, há também o enfraquecimento. Esses fatores todos conjugados contribuíram para este enfraquecimento", acrescentou.

"Na realidade, o estranho não é ela estar se enfraquecendo agora, passado tanto tempo, mas ela ter durado muito mais do que o previsto, ter até tido força durante um período superior ao previsto. Isso tem a ver com o fato de que houve uma captura da opinião pública pelo lavajatismo", observou.

De acordo com ele, "as instâncias superiores do Judiciário foram pressionadas e ficaram acuadas pelo lavajatismo, quem por ventura revisse algum tipo de decisão da Lava Jato, era imediatamente acusado de ser conivente com a corrupção, de apoiar a corrupção".

Ao comentar o impacto da morte do ministro Teori Zavascki para a Lava Jato, Claudio Couto afirmou que isto foi mais importante para o balanço de poder dentro do Supremo Tribunal Federal (STF) do que especificamente para a Lava Jato.

"A entrada de Alexandre de Moraes produz uma certa mudança no equilíbrio dentro da corte. Eu acho que a corte perdeu, se não um aliado, um juiz menos antipático aos métodos da Lava Jato, e ganhou um juiz que claramente não é tão engajado com ela. Ao meu ver, o que realmente alterou o funcionamento da Lava Jato não foi a morte do Teori, mas foi sim o próprio processo de revelação dos seus crimes, revelação de seus erros e o envolvimento político de seus membros", completou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала