Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Homem acusado de atacar sede do Porta dos Fundos vira réu por terrorismo e incêndio

© Folhapress / Marcos Vidal/Futura PressVista da produtora dos Porta dos Fundos no Rio de Janeiro (RJ), que sofreu um ataque com coquetel molotov.
Vista da produtora dos Porta dos Fundos no Rio de Janeiro (RJ), que sofreu um ataque com coquetel molotov. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Eduardo Fauzi virou réu na Justiça Federal do Rio de Janeiro pelos crimes de terrorismo e incêndio após ser acusado de ter atacado a sede da produtora Porta dos Fundos, na véspera do Natal de 2019.

Fauzi está preso na cidade de Ekaterinburgo, na Rússia, desde 4 de setembro do ano passado e aguarda extradição para o Brasil.

De acordo com a denúncia assinada pelo procurador da República Fernando Aguiar, "a motivação religiosa do ato terrorista está estampada na petição apresentada pelo advogado do próprio denunciado". As informações foram publicadas pelo portal G1 nesta terça-feira (19).

"Esta motivação religiosa estava, ademais, aditivada por preconceito homossexual, já que a indignação do denunciado e seus asseclas decorreu diretamente do fato de o vídeo produzido sugerir que Jesus Cristo teria tido uma experiência gay durante os 40 dias que passou no deserto", escreveu o procurador.

A sede da produtora responsável pela criação dos programas Porta dos Fundos foi alvo de um ataque, em dezembro de 2019. O local fica no bairro de Humaitá, na zona sul do Rio de Janeiro.

© Foto / DivulgaçãoEduardo Fauzi, suspeito do ataque com coquetéis molotov à produtora Porta dos Fundos, antes de ser preso, na Rússia
Homem acusado de atacar sede do Porta dos Fundos vira réu por terrorismo e incêndio - Sputnik Brasil
Eduardo Fauzi, suspeito do ataque com coquetéis molotov à produtora Porta dos Fundos, antes de ser preso, na Rússia

Fauzi foi flagrado por câmeras de segurança após descer do veículo usado na fuga, momentos depois do ataque com coquetel molotov à sede da produtora. O incêndio foi contido por um segurança que estava no prédio.

A motivação do ataque seria um programa especial de Natal da produtora que insinua que Jesus Cristo teve uma experiência homossexual depois de 40 dias no deserto.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала